Anderson do Singeperon garante instrumentos de fanfarra à escola de Santa Luzia

Benefício concedido a Escola Juscelino Kubitschek simboliza o resgate cultural.

Assessoria
Publicada em 10 de julho de 2018 às 14:20
Anderson do Singeperon garante instrumentos de fanfarra à escola de Santa Luzia

A Escola Estadual Juscelino Kubitschek, em Santa Luzia D’Oeste (RO), recebeu na sexta-feira (06), instrumentos musicais para o seu grupo de Fanfarra. O deputado Anderson do Singeperon (Pros), foi o autor da emenda parlamentar que garantiu a aquisição dos instrumentos de sopro e percussão. 

Na solenidade, que contou com a presença de vereadores, alunos, professores e munícipes, Anderson destacou que o benefício simboliza o resgate da cultura das fanfarras. “A entrega desses instrumentos musicais é um ato simbólico de resgate da cultura que hoje está se perdendo. Na minha época, que eu era adolescente, participei de fanfarras e hoje, em muitas escolas do estado, muitos nem sabem o que é fanfarra”, discursou. 

Ao lembrar que a emenda foi destinada a pedido do professor Reginaldo e do empresário Elizeu, o parlamentar ressaltou também que, como presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, vem trabalhando pela valorização do professor e pelo fortalecimento do ensino. “O processo educacional começa desde a valorização dos profissionais, que precisam ser reconhecidos, valorizados e capacitados até chegar até vocês (estudantes). Eu estudei em escola pública a minha vida toda e vejo alguns avanços nesse sentido”, afirmou o deputado. 

Como sempre faz nos seus discursos na área da educação, Anderson fez um contraponto com o sistema prisional. “Mesmo não sendo professor, não sendo minha formação acadêmica, eu tenho a consciência que tenho que trabalhar para melhorar a vida dos nossos professores, para que vocês, os nossos filhos, os nossos netos tenham uma educação de qualidade e daqui a 10 anos não tenhamos o dobro da população carcerária e o governador dizendo que o Estado vai falir porque a segurança pública é muito cara”, evidenciou. 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook