Caminhoneiro suspeito de matar colega a pedrada acaba de se apresentar na polícia

Javali era considerado foragido; justiça já havia decretado prisão.

Folha do Sul 
Publicada em 07 de junho de 2018 às 16:41
Caminhoneiro suspeito de matar colega a pedrada acaba de se apresentar na polícia

Acaba de se apresentar, na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) de Vilhena, o caminhoneiro Willians Maciel Dias, 32 anos, conhecido como “Javali”. Ele é apontado como o principal suspeito de ter matado, com uma pedrada no rosto, no dia 30 de maio, em Vilhena, o também caminhoneiro José Batistela, de 70 anos. O crime choco o Estado e repercutiu em todo o país. Lembre aqui.

Javali tinha mandado de prisão expedido contra si, e era considerado foragido. Ele prestará depoimento acompanhado por seu advogado e deverá ser recolhido, caso não consiga reverter a decisão da justiça.

Autoridades que atuam no caso marcaram para as 15:30h desta quinta-feira, 07, uma nova entrevista coletiva para dar detalhes das investigações sobre o homicídio.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook