Elevação da cota da usina de Santo Antônio será discutida em audiência pública em Jacy-Paraná

​​​​​​​Vereadores da capital convidam os deputados Maurão de Carvalho e Ribamar Araújo para as discussões.

Eranildo Costa Luna
Publicada em 05 de dezembro de 2017 às 16:01
Elevação da cota da usina de Santo Antônio será discutida em audiência pública em Jacy-Paraná

Os vereadores de Porto Velho, Jurandir Bengala (PR) e Zequinha Araújo (PMDB), convidaram o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), e o deputado Ribamar Araújo (PR) para participarem, no próximo dia 14, a partir das 15 horas, no colégio Cora Coralina, no distrito de Jacy-Paraná, de uma audiência pública para discutir a elevação da cota no reservatório da usina hidrelétrica de Santo Antônio.

Os impactos na região com a elevação do nível da barragem e, principalmente, os novos valores de compensações por esta alteração e os setores aos quais serão destinados, estão entre os pontos a serem debatidos, segundo adiantou Bengala.

"Esta é uma discussão importante, que deve ser feita agora, definindo os pontos que precisam receber esse novo volume de recursos, que deverá aportar com a elevação da cota. É bom frisar que esta matéria tramita na Assembleia e que a sua análise está sendo feita comissões pertinentes", destacou Maurão.

Ribamar declarou que o momento certo para as discussões é agora e pontuou que investimentos em infraestrutura, urbanismo, saneamento e asfalto, são prioridade. "Todos conhecemos as necessidades do distrito e também tivemos experiências anteriores da aplicação dessas compensações, que nem sempre atingiram o objetivo primordial, que é o de servir a comunidade", completou Araújo.

Comentários

  • 1
    image
    CASSIO DA SILVA 05/12/2017

    Elevação? a usina está prestes a ser rompida! vai levar Porto Velho com as águas! entregar nossas vidas na mão desses caras?

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Bombeiros e policiais militares serão contemplados com 408 residências em Porto Velho

Bombeiros e policiais militares serão contemplados com 408 residências em Porto Velho

Alguns praças da Polícia Militar que estavam na reunião afirmaram que, do jeito que a coisa está, beneficiará apenas os oficiais, que possuem salário alto. “Nós não vamos permitir que isto ocorra. Vamos à Câmara de Vereadores cobrar para que não seja aprovado o projeto de lei pedindo a prorrogação do prazo para a construção do condomínio, não com estes valores atuais”, disse um dos policiais.