Jovem que matou ex-namorado a facadas durante ato sexual irá para regime semiaberto

Vânia Basílio Rocha, de 21 anos, que cumpre pena em regime fechado por assassinar o ex-namorado a facadas durante o ato sexual, sairá da prisão ainda este mês.

Texto e foto: Extra de Rondônia
Publicada em 03 de julho de 2018 às 16:13
Jovem que matou ex-namorado a facadas durante ato sexual irá para regime semiaberto

Vânia Basílio Rocha, de 21 anos, que cumpre pena em regime fechado por assassinar o ex-namorado a facadas durante o ato sexual, sairá da prisão ainda este mês.

A vilhenense, que ficou conhecida nacionalmente como “viúva negra” pelo crime bárbaro que cometeu, onde desferiu 11 facadas contra seu parceiro, o levando a morte por esgotamento sanguíneo dentro do quarto da própria vítima, teve uma progressão devido ter feito atividades de remissão de pena e deve ser posta em regime semiaberto até o final do mês corrente.

Vânia, que está presa desde do dia 30 de dezembro de 2015 e foi julgada e condenada a 13 anos de prisão  em setembro de 2016, teve sua pena diminuída para 8 anos e quatro meses, devido ter sido considerada semi-imputável, que é quando o indivíduo não possui total noção das consequências de seus atos.

A detenta esta matriculada na rede regular de ensino através da escola Cristo Rei, que possui um projeto dentro da unidade prisional para reeducação das apenadas e através deste, participa de aulas de artesanato, dentre outros. Para cada 12 horas de estudos, Vânia abate um dia de prisão.

De acordo com o processo da ré, a mudança no processo deveria ocorrer no próximo dia 23 de julho, porém, a contabilização das remissões podem colocá-la em liberdade monitorada antes disto.

Comentários

  • 1
    image
    Jennifer 03/07/2018

    Uma jovem que foi diagnosticada como semi-imputavel ou seja não tem noção do dano que pode causar matar um ser humano , será que pode conviver com algum? Qando ela sentir vontade, mata de novo! Quem naao tem noção nem mesmo se arrepende! Á vida não vale nada mesmo hoje né! Tirar uma vida e só ficar preso 2 anos e meio e poder sair porque trabalhei É estudei na cadeia! Por isso pessoas continuam matando sem dó! Legislativo falho!

  • 2
    image
    Paulo Nascimento 03/07/2018

    Essa jovem assassina e que se diz semi-imputável deve cumprir o restante da pena em manicômio judiciário e não junto a sociedade onde corre certamente, deve cometer outros crimes. Absurda a diminuição da pena e muito mais a mudança do regime prisional. E não existe meio doido, ou é ou não é!!!!.

  • 3
    image
    Paulo Nascimento 03/07/2018

    Essa jovem assassina e que se diz semi-imputável deve cumprir o restante da pena em manicômio judiciário e não junto a sociedade onde corre certamente, deve cometer outros crimes. Absurda a diminuição da pena e muito mais a mudança do regime prisional. E não existe meio doido, ou é ou não é!!!!.

  • 4
    image
    Roger 03/07/2018

    Uma pessoa dessa teria que morar na cadeia.

  • 5
    image
    Robert 03/07/2018

    Um absurdo. Infelizmente existe pessoas para tudo. Foda! --------- https://youtu.be/9bSu3HA5MdA

  • 6
    image
    EU 03/07/2018

    O crime , no Brasil, ainda compensa. Uma pessoa dessa que matou friamente o namorado as soltas por aí. Cuidado rapazes, que vocês poderão ser a próxima vítima.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook