Léo Moraes realiza audiência pública para discutir ressocialização no sistema prisional de Rondônia

"Apesar do nosso sistema prisional prezar pela recolocação do indivíduo, isso na prática não acontece como deveria.” Explicou Léo.

Assessoria
Publicada em 15 de setembro de 2017 às 14:36
Léo Moraes realiza audiência pública para discutir ressocialização no sistema prisional de Rondônia

Deputado Léo Moraes presidiu uma audiência pública no plenário da Assembleia Legislativa de Rondônia para debater sobre a ressocialização no sistema prisional do estado. “É de suma importância discutir e esclarecer a volta do apenado à sociedade. Apesar do nosso sistema prisional prezar pela recolocação do indivíduo, isso na prática não acontece como deveria.” Explicou Léo.

Na audiência, membros da mesa e convidados fizeram uso da palavra apresentando questionamentos e melhorias para que a ressocialização aconteça de fato em Rondônia. Júlio Ugalde, delegado e representante da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), disse que as mudanças propostas demandam tempo e planejamento, além da importância de enfatizar o respeito com a vida do ser humano.

Na ocasião, o parlamentar questionou sobre as contratações e efetivos de novos servidores, mas de acordo com o secretário Marcos Rocha, nenhum estudo sobre as quantidades foram finalizados. Os socieducadores, por sua vez, aguardam o remanejamento de uma região para outra.

Ao assumir o mandato, uma das primeiras bandeiras de Léo Moraes, foi lutar para que concursados aprovados fossem empossados. Cerca de 800 profissionais já garantiram esse direito. Com objetivo de possibilitar maior acesso a educação, o deputado elaborou um projeto que concede horário especial ao socioeducador e agente penitenciário, matriculado em instituições de ensino superior. Além disso, foi criada uma PEC que autoriza os agentes penitenciários e socioeducadores a trabalharem na área da educação, saúde e outros no contraturno ao trabalho.

“Sou um grande incentivador e apoiador da segurança pública. Acredito na ressocialização e que ela traz grandes benefícios e transforma a vida de um ex-detendo. Ao assumir o mandato, uma das minhas primeiras bandeiras, Estou sempre à disposição para que juntos possamos melhorar o serviço de segurança pública para população. Tenho certeza que vamos fazer mais e melhor por Rondônia.” Concluiu deputado.

Ao final da audiência pública, algumas decisões foram definidas como, tornar público pela Sejus dados da gerenciação e a implementação de novos convênios para que os apenados trabalhem em outras prefeituras.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook