O engenheiro Zilto

É fácil falar de quem a gente conhece. Sem desmerecer os demais postulantes, digo que a presidência do CREA/RO estará muito bem entregue nas mãos firmes e imaculadas do engenheiro Zilto.

Valdemir Caldas
Publicada em 22 de novembro de 2017 às 15:05

Foi com imensa alegria que recebi a notícia de que meu amigo e conterrâneo da Paraíba, engenheiro José Zilto, ou simplesmente China, como é mais conhecido pelos íntimos, é candidato à presidência do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Rondônia – CRE-RO, sob o número 106, cuja eleição acontecerá no próximo dia 15 de dezembro. É fácil falar de quem a gente conhece. Sem desmerecer os demais postulantes, digo que a presidência do CREA/RO estará muito bem entregue nas mãos firmes e imaculadas do engenheiro Zilto.

Falo, sem medo de errar, que, para mim, não seria nenhuma surpresa o desempenho proficiente à frente daquela importante instituição, porquanto no decorrer de sua vida fértil, no campo público, como no particular, sempre agiu com dignidade e competência inatingíveis, fato devidamente atestado e comprovado nos diversos cargos que ocupou, seja como diretor da Divisão de Cálculo Estrutural, no governo Jerônimo Santana, seja como diretor do Departamento de Estudo e Projetos, na administração Valdir Raupp, seja ainda, como Chefe de Equipe de Fiscalização no governo Cassol, mas a menina dos seus olhos é o Teatro Estadual Palácio das Artes de Rondônia do qual foi idealizador e autor do projeto.

Fosse eu engenheiro ou arquiteto, não pensaria duas vezes em sufragar o nome de Zilto nas urnas, como também arregaçaria as mangas e partiria para a luta com todo o entusiasmo, com toda a veemência, com todas as forças que ainda me animam, para vê-lo na presidência do CREA/RO, não somente pela amizade que nos irmana, mas por conhecer o seu trabalho profícuo e a sua vida honrada.

Comentários

  • 1
    image
    Ademário 22/11/2017

    O Projeto do Teatro, foi uma ideia que nasceu dentro da Secretaria de Obra do Estado de Rondônia, cujo o Secretario de Obras era Tomaz Guilherme Correia, tendo o Engenheiro José Zilto como Diretor de Departamento de Estudo e Projeto. O Projeto Arquitetônico ficou a cargo do Arquiteto Heitor e o Projeto Estrutural ficou a cargo do Engenheiro José Zilto, infelizmente a obra teve algum contratempo devido ao fato do Terreno pertencer ao Exercito Brasileiro que estava cedendo ao Estado de Rondônia. Como o meu amigo José Zilto é candidato a Presidência do CREA, muitos aqui tentarão denegrir a sua imagem, de uma pessoa que tem vários serviços prestado ao Estado de Rondônia. Valdemir, você como sempre está de Parabéns, pois sempre posta excelente Matéria. Atenciosamente Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho Ademário Castro Magalhães.

  • 2
    image
    Renato Berwanger 22/11/2017

    É sempre bom lembrar que tem outros candidatos com capacidade. Falar de apEnas 1 deles, só porque é amigo pessoal não é correto. Os outros não são nem citados. Onde está a imparcialidade da imprensa. E ainda falta de informação, pois os arquitetos não fazem mais parte do conselho. Certamente os colegas Engenheiros não vão saber escolher o melhor nome para representar no nosso CREA/RO.

  • 3
    image
    Antonio Alves 22/11/2017

    O CREA, está com 5 candidatos, sem desmerecer os demais, o Carlos Xavier, está bem nas pesquisas.

  • 4
    image
    Renato 22/11/2017

    Autor do projeto do teatro ??? Meu filho, quem começa com mentira não merece que se chegue ao final da notícia. Pena de quem não conhece a verdade sobre o caboclo.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook