O que falta a muitos dos nossos políticos é vergonha na cara

No próximo ano, haverá eleições. Vamos votar novamente no “Alemão”, no “Maçaranduba”, no “Italiano”, no “Kibe”, no “Anão” e no “Jujuba” para que eles possam continuar se dando bem.

Valdemir Caldas
Publicada em 17 de abril de 2017 às 06:37

“Alemão” jura pelo que há de mais sagrado que não pegou nem um centavo do propinoduto montado pela Odebrecht para comprar políticos, dirigentes de instituições sindicais, funcionários públicos e até índios. Quer-nos convencer de que empresário é bonzinho e anda distribuindo dinheiro de graça para todo mundo sem exigir nada em troca. Teoricamente, “Alemão” tem razão. Só mesmo um louco varrido seria capaz de produzir provas contra si mesmo.

Mas, em seu depoimento de delação premiada, o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, disse, com todas as letras e em alto e bom som, para que todos entendessem, que não “conhece nenhum político no Brasil que tenha conseguido fazer qualquer eleição sem caixa dois. O cara pode até dizer que não sabia, mas recebeu dinheiro do partido que era caixa 2. O político que disser que não recebeu caixa 2 está mentindo".

Lula vai morrer dizendo que o Mensalão e o Petrolão são obras de ficção, produzidas por mentes doentias para jogar a imagem dele e do PT na lama, quando os fatos têm ficado cada dia mais evidentes, em função das investigações deflagradas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal de que temos tomado conhecimento.

No fundo, a preocupação da maioria dos políticos é cuidar primordialmente de seus próprios interesses, não se importando se há políticas públicas sérias voltadas para as necessidades da população. Interessante, contudo, é a facilidade com que muitos se lançam na empreitada de engrupir a cabeça dos menos avisados quanto ao que fazem de errado. E não são poucos os que se deixam seduzir pelo canto de sereia desses fariseus.

No próximo ano, haverá eleições. Vamos votar novamente no “Alemão”, no “Maçaranduba”, no “Italiano”, no “Kibe”, no “Anão” e no “Jujuba”, para que eles possam continuar se dando bem, construindo seus impérios, enquanto o povo otário grita por mais saúde, educação, segurança pública, saneamento básico, dentre outras coisas. O que falta a muitos dos nossos políticos é vergonha na cara.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook