/ geral / iptu

09/12/2013 - 16h41min - Atualizado em 09/12/2013 - 16h41min

Porto Velho: Semfaz divulga atualização do valor do IPTU para 2014

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa.

Porto Velho, Rondônia - A atualização anual do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) no município de Porto Velho acontece em conformidade à Lei Complementar 199/2004. Para o caso dos imóveis edificados, que se constituem na parte mais expressiva do total da arrecadação, a base de cálculo para os valores é composta pela alíquota de 0,5 % do valor venal dos imóveis, para a qual podem ser aplicados percentuais redutores, e pela Unidade de Padrão Fiscal (UPF) relativa ao período passado desde a última atualização. No exercício de 2014 a atualização será correspondente a 11,71%.

De acordo com Adão Colombo, diretor em exercício da Divisão de Administração de Tributos da Secretaria Municipal de Fazenda (DAT/Semfaz), a base de cálculo para depreensão do valor venal dos imóveis em Porto Velho está defasada em função da Planta Genérica de Valores (PGV) ter sido atualizada pela última vez em 2003. Para atualizar a PGV é preciso imagens aéreas de toda a cidade, segundo um processo de fotos em alta definição chamado de aerofotogrametria. É por meio dessas imagens que são verificadas as mudanças ocorridas nos imóveis e são analisadas suas áreas construídas de acordo com os valores atualizados pelo mercado imobiliário.

Em 2003, quando ocorreu a última atualização da PGV, foi adotado um percentual redutor na Base de 35%, porque naquele momento o IPTU passava a ficar muito alto em relação ao ano anterior. Assim, de ano a ano o redutor deveria diminuir, até que não fosse mais adotado. Um imóvel no valor de R$ 100.000,00, por exemplo, passava a ser avaliado para efeitos de tributação por R$ 65.000,00. A cada ano o índice redutor deveria abaixar até que o imóvel pudesse ser considerado de acordo com a realidade demonstrada na PGV de 2003. À Semfaz caberia levar anualmente à Câmara Municipal um anteprojeto de lei propondo qual seria a taxa de redução. No caso do lançamento de 2014, o redutor deveria estar zerado, mas o prefeito, porém, pediu a manutenção do índice redutor em 5%.

Quanto ao percentual relativo à UPF, o calculo é feito pela média do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período passado desde a última verificação até a data de lançamento do próximo período. Para o exercício de 2014, considerando-se a data de novembro de 2012 a outubro de 2013, o índice encontrado foi de 5,83%. O secretário da Semfaz, Marcelo Siqueira, explicou que a adequação aos diversos casos específicos para a cobrança do IPTU possibilitou o resultado geral de 11,83%.

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa. O valor orçado era de 11,59 milhões, mas em outubro já se verificava uma arrecadação superior a 12 milhões. “O pagamento desse imposto é uma obrigação dos cidadãos. Em todo o território nacional ele é cobrado pelos municípios. Embora ainda tenhamos um índice muito alto de inadimplência, percebemos que em Porto Velho as pessoas estão se tornando mais conscientes de suas obrigações. Isso é bom para o município, mas também é bom para os contribuintes que não passa a acumular juros e multas aos seus impostos”, observou Adão Colombo.

De acordo com o secretário da Semfaz, os carnês do IPTU 2014 já foram licitados e, até a primeira quinzena de janeiro, deverão estar todos entregues nas residências. Nos primeiros dias de janeiro estarão também disponíveis pela WEB os valores relativos a cada imóvel. “Neste ano, a arrecadação foi quase maior pela WEB. Sabemos que esse é o melhor meio para arrecadação, porque ajuda ao contribuinte que não precisa mais se deslocar e vir à Semfaz, entrar em filas e esperar pelo atendimento. Contudo, de acordo com lei, a notificação do IPTU ocorre com a entrega dos carnês, essa é a forma oficial de notificação pessoal, de forma que não é pensado, ao menos por enquanto, a não emissão de carnês”, explicou Siqueira, que também informou que para o exercício de 2015 deverá haver mudanças na cobrança do imposto, porque uma nova Planta Genérica de Valores (PGV) deverá ser efetuada durante 2014, o que fará com que os valores venais sejam atualizados de acordo com as mudanças acontecidas na cidade e com a realidade do mercado imobiliário.

Por Renato Menghi

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 21/04/2015 ás 09:34:00

Voto distrital para vereador em 2016 pode ser decidido nesta quarta na CCJ

Cada distrito elegeria um vereador por maioria simples (50% dos votos mais um). Assim, o candidato mais votado seria eleito.

POLíCIA | matéria escrita em 21/04/2015 ás 09:20:00

Policial civil que havia sido ferido a tiros por bandidos morreu nesta segunda na capital

Ele estava internado desde o último dia 12 quando foi gravemente ferido a tiros disparados por bandidos numa pizzaria , em Porto Velho.

GERAL | matéria escrita em 21/04/2015 ás 09:09:00

Trabalhadores denunciam o JBS Friboi de Rolim de Moura e o SINTRA-ALI por perseguição

O descontentamento da categoria com o SINTRA-ALI já vem de muitos anos, pois os trabalhadores acusam o sindicato de omissão e de "ser parceiro" das empresas.

GERAL | matéria escrita em 21/04/2015 ás 09:02:00

Fiero e Sedam realizam encontro para debater ideias e soluções para a indústria sustentável

De acordo com o presidente do Sistema Fiero, Marcelo Thomé, as expectativas foram superadas, pois o diálogo entre o setor produtivo e o governo do estado foi estabelecido.

GERAL | matéria escrita em 21/04/2015 ás 08:55:00

Poeta brasiliense lança obra em Porto Velho

O lançamento terá apresentação de artistas locais, e apresentará também as canções que compõem o CD que acompanha o livro de Edson Lodi.

POLíTICA | matéria escrita em 21/04/2015 ás 08:53:00

O monstro está de volta

Valdemir Caldas

GERAL | matéria escrita em 21/04/2015 ás 08:47:00

MPF e Crea assinam convênio para fiscalizar acessibilidade e mobilidade urbana

Convênio foi assinado nesta segunda-feira, 20 de abril.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 21/04/2015 ás 08:44:00

MPF obtém condenação de ex-prefeito de Ouro Preto D'Oeste

Condenado por improbidade administrativa, ex-prefeito terá que devolver recursos federais e pagar multa.

GERAL | matéria escrita em 20/04/2015 ás 13:43:00

MPF e MP/RO cobram retirada e proteção imediata de escavadeira da EFMM

Na ação, MPF e MP/RO pedem que os réus sejam obrigados a apresentar em 15 dias um plano de retirada da escavadeira; em outros 15 dias façam efetivamente o trabalho de resgate desse maquinário e...

POLíTICA | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:48:00

Não vamos tocar fogo em Porto Velho

Por Osmar Silva

POLíTICA | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:46:00

O decreto de “congelamento” é uma fria, mais um remendo administrativo do governo Nazif

Valdemir Caldas

GERAL | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:42:00

A luta de Tiradentes - Por Gabriel Bocorny Guidotti

Os executores de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, não sabiam, mas em vez de matá-lo, estavam imortalizando-o.

GERAL | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:39:00

IRPF/2015: Faltam apenas 10 dias para o fim do prazo e mais de 63 mil ainda não declararam em Rondônia

Dúvidas têm atendimento reforçado na Capital até o dia 30.

POLíTICA | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:34:00

Um “cardume” acomodado - Professor Nazareno*

Se Deus fez o homem, Mauro Nazif, Confúcio Moura e Dilma Rousseff são, portanto, criações divinas. Duvido que o Criador Supremo tenha dito: “- Vai, Nazif, administra Porto Velho”. Ou então o improvável, “- Confúcio, Eu te fiz. Governa os rondonienses..."

GERAL | matéria escrita em 20/04/2015 ás 09:28:00

Seduc deve analisar conteúdo didático de livros que serão usados nas escolas, recomenda MPF

Órgão recomendou a criação de grupo técnico para avaliar as obras recebidas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola a fim de evitar a distribuição de material indevido,

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com