/ geral / iptu

09/12/2013 - 16h41min - Atualizado em 09/12/2013 - 16h41min

Porto Velho: Semfaz divulga atualização do valor do IPTU para 2014

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa.

Porto Velho, Rondônia - A atualização anual do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) no município de Porto Velho acontece em conformidade à Lei Complementar 199/2004. Para o caso dos imóveis edificados, que se constituem na parte mais expressiva do total da arrecadação, a base de cálculo para os valores é composta pela alíquota de 0,5 % do valor venal dos imóveis, para a qual podem ser aplicados percentuais redutores, e pela Unidade de Padrão Fiscal (UPF) relativa ao período passado desde a última atualização. No exercício de 2014 a atualização será correspondente a 11,71%.

De acordo com Adão Colombo, diretor em exercício da Divisão de Administração de Tributos da Secretaria Municipal de Fazenda (DAT/Semfaz), a base de cálculo para depreensão do valor venal dos imóveis em Porto Velho está defasada em função da Planta Genérica de Valores (PGV) ter sido atualizada pela última vez em 2003. Para atualizar a PGV é preciso imagens aéreas de toda a cidade, segundo um processo de fotos em alta definição chamado de aerofotogrametria. É por meio dessas imagens que são verificadas as mudanças ocorridas nos imóveis e são analisadas suas áreas construídas de acordo com os valores atualizados pelo mercado imobiliário.

Em 2003, quando ocorreu a última atualização da PGV, foi adotado um percentual redutor na Base de 35%, porque naquele momento o IPTU passava a ficar muito alto em relação ao ano anterior. Assim, de ano a ano o redutor deveria diminuir, até que não fosse mais adotado. Um imóvel no valor de R$ 100.000,00, por exemplo, passava a ser avaliado para efeitos de tributação por R$ 65.000,00. A cada ano o índice redutor deveria abaixar até que o imóvel pudesse ser considerado de acordo com a realidade demonstrada na PGV de 2003. À Semfaz caberia levar anualmente à Câmara Municipal um anteprojeto de lei propondo qual seria a taxa de redução. No caso do lançamento de 2014, o redutor deveria estar zerado, mas o prefeito, porém, pediu a manutenção do índice redutor em 5%.

Quanto ao percentual relativo à UPF, o calculo é feito pela média do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período passado desde a última verificação até a data de lançamento do próximo período. Para o exercício de 2014, considerando-se a data de novembro de 2012 a outubro de 2013, o índice encontrado foi de 5,83%. O secretário da Semfaz, Marcelo Siqueira, explicou que a adequação aos diversos casos específicos para a cobrança do IPTU possibilitou o resultado geral de 11,83%.

No caso do ano de 2013, a arrecadação do IPTU superou a expectativa. O valor orçado era de 11,59 milhões, mas em outubro já se verificava uma arrecadação superior a 12 milhões. “O pagamento desse imposto é uma obrigação dos cidadãos. Em todo o território nacional ele é cobrado pelos municípios. Embora ainda tenhamos um índice muito alto de inadimplência, percebemos que em Porto Velho as pessoas estão se tornando mais conscientes de suas obrigações. Isso é bom para o município, mas também é bom para os contribuintes que não passa a acumular juros e multas aos seus impostos”, observou Adão Colombo.

De acordo com o secretário da Semfaz, os carnês do IPTU 2014 já foram licitados e, até a primeira quinzena de janeiro, deverão estar todos entregues nas residências. Nos primeiros dias de janeiro estarão também disponíveis pela WEB os valores relativos a cada imóvel. “Neste ano, a arrecadação foi quase maior pela WEB. Sabemos que esse é o melhor meio para arrecadação, porque ajuda ao contribuinte que não precisa mais se deslocar e vir à Semfaz, entrar em filas e esperar pelo atendimento. Contudo, de acordo com lei, a notificação do IPTU ocorre com a entrega dos carnês, essa é a forma oficial de notificação pessoal, de forma que não é pensado, ao menos por enquanto, a não emissão de carnês”, explicou Siqueira, que também informou que para o exercício de 2015 deverá haver mudanças na cobrança do imposto, porque uma nova Planta Genérica de Valores (PGV) deverá ser efetuada durante 2014, o que fará com que os valores venais sejam atualizados de acordo com as mudanças acontecidas na cidade e com a realidade do mercado imobiliário.

Por Renato Menghi

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíCIA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 12:19:00

Casal morre após veículo cair da ponte no Rio Preto

Homem era sargento da Polícia Ambiental e trabalhava no município de Cacoal.

POLíCIA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 10:26:00

Ministério Público do Estado de Rondônia e Polícia Civil deflagram Operação Tomo

A investigação levou à descoberta de “esquemas” fraudulentos instalados dentro da Comissão Permanente de Licitações (CPL) da Prefeitura , notadamente em contratos administrativos do ramo da Construção Civil.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:59:00

Deputados representam Rondônia em reunião do Parlamento Amazônico

Ribamar Araújo, Jean Oliveira e Léo Moraes buscam soluções para problemas do Estado.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:56:00

Deputados aprovam criação das Coordenadorias Regionais de Educação

São instâncias administrativas de atuação intermediárias subordinadas à Seduc, responsáveis pelas escolas estaduais.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:54:00

Emenda de Léo Moraes atende acordo feito com servidores

Governo o Estado alterou anteprojeto criando a Politec, mas emendas trouxeram a norma para o formato original.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:50:00

Léo Moraes reivindica investimento em esporte e educação

Para o parlamentar, redução da maioridade penal não resolve o problema.

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:42:00

Educação pode mudar cenário da violência

Jean agradeceu os deputados federais por trazerem a Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Federal que apura as causas, razões, consequências, custos sociais e econômicos da violência...

POLíTICA | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:35:00

CPI dos Shows – Dinheiro público pagou bebida alcoólica e até sushi

Refrigerantes e cervejas distribuídos aos artistas e suas bandas pela Prefeitura foram superfaturados.

RONDôNIA JURíDICO | matéria escrita em 07/07/2015 ás 07:31:00

Justiça do Trabalho e MPT propõem suspensão por 60 dias da greve no transporte coletivo

Enquanto espera-se por uma definição, a liminar que determina o funcionamento de 80% da frota dos ônibus nos horários de pico continua em vigor.

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 17:57:00

Posicionamento do MPC corrobora denúncias da CPI dos Shows, diz vereador Fogaça

O dispêndio excessivo de recursos públicos aplicados somente em dois eventos culturais em Porto Velho chamou a atenção do procurador-geral do Ministério Público de Contas, Adilson Moreira de Medeiros

GERAL | matéria escrita em 06/07/2015 ás 16:50:00

Isonomia do Sintero: PODERES DA REPÚBLICA OU IMPÉRIO DO TERROR?

Em 2012 o CNJ suspendeu os pagamentos, de forma “temporária”. Três anos se passaram. O que era temporário ficou definitivo pra muitos.

POLíCIA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 14:55:00

Nota da OAB sobre violência sofrida por advogado em Presidente Médici

o advogado e atual Presidente da Subseção da OAB de Presidente Médici, José Sebastião da Silva, juntamente com familiares e na presença de vizinhos, foI vítima de roubo em sua residência, sofrendo agressões, tortura, que resultaram inclusive disparo de a

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 13:06:00

Léo Moraes encerra primeiro semestre com prestação de contas e destaca renúncia de auxílio-moradia

O deputado explicou que entidades que também desejam receber a contribuição devem comparecer ao gabinete do parlamentar na Assembleia Legislativa com as documentações necessárias.

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 12:54:00

Em Linhas Gerais

Gessi Taborda

POLíTICA | matéria escrita em 06/07/2015 ás 08:51:00

Como anda a sua recolhida Misoginia???

Davi Nogueira

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2013 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com