Ribeiro da Luz é homenageado em sessão da 1ª Câmara Criminal

O desembargador assume a Corregedoria-Geral de Justiça a partir de 1º de janeiro.

Assessoria/TJ-RO
Publicada em 07 de dezembro de 2017 às 16:00
Ribeiro da Luz é homenageado em sessão da 1ª Câmara Criminal

“A Corregedoria é a musculatura que faz funcionar 90% dos trabalhos jurisdicionais, assim como é a voz do cidadão no Poder Judiciário. Temos a certeza de que será uma gestão que vai engrandecer, ainda mais, o nosso trabalho com bons frutos nessa nova administração”. Essas foram palavras do desembargador Daniel Ribeiro Lagos dirigida ao desembargador José Jorge Ribeiro da Luz no final da sua última participação na sessão de julgamento processual da Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia (sessão 1524), na qual foram julgados recursos como apelação criminal, habeas corpus, entre outros.

O desembargador José Jorge Ribeiro da Luz, também foi homenageado em discurso emocionante do desembargador Valter de Oliveira, presidente da 1ª Câmara Criminal, que emocionou o novo corregedor. “É uma pessoa movida pela força e vontade de vencer. Obstinado, iniciou-se no trabalho como bóia-fria dos 7 aos 15 anos de idade. Foi comerciário, bancário, radialista, entre outros; e realizou um sonho que era seu e também do seu pai: formou-se em direito no dia 4 de agosto de 1986”, resgatou o colega.

José Jorge atuou na advocacia e, em 6 de março de 1990, após aprovação em concurso público, tomou posse como juiz substituto no Poder Judiciário Rondoniense, onde realizou brilhante carreira e continua a desenvolver trabalhos excepcionais para o Poder Judiciário e à sociedade rondoniense e em geral como um todo. “É um desembargador exemplar e aplicado na melhor distribuição do direito e da justiça” – concluiu Valter de Oliveira.

Presente na sessão, o procurador de Justiça Abdiel Ramos Figueira, disse: - o espelho do Judiciário diz respeito à Corregedoria, seja um pai para eles, referindo-se a juízes e servidores, mas que seja exigido dos juízes o mesmo que foi exigido de si mesmo – referindo-se à rigorosidade relativos aos trabalhos desenvolvidos e realizados pelo desembargador José Jorge.

Após os discursos de seus pares, emocionado, o desembargador José Jorge disse em seu discurso: - saio da condição de pedra e passo à condição de vidraça. Segundo, ainda, seu discurso, falou que a convivência com servidores e magistrados no Tribunal de Justiça aprimorou seus conhecimentos jurídicos e humanitários e espera continuar contando com o apoio de todos durante a sua gestão na Corregedoria-Geral de Justiça do TJRO. Ele toma posse hoje no cargo de Corregedor-Geral do TJRO.

Comentários

  • 1
    image
    clenio amorim correa 07/12/2017

    “ Um magistrado digno na prestação jurisdicional e aplicação do direito e da justiça” . Parabéns Tribunal de Justiça e Desembargador José Jorge, e votos de uma feliz gestão.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook