TJRO fortalece relações institucionais

Na manhã de sexta-feira, Senadores e Deputados membros da bancada federal de Rondônia, foram recepcionados pelo presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Desembargador Walter Waltenberg, no Edifício Sede da Instituição.

Assessoria de Comunicação Institucional
Publicada em 11 de junho de 2018 às 09:36
TJRO fortalece relações institucionais

Na manhã de sexta-feira, Senadores e Deputados membros da bancada federal de Rondônia, foram recepcionados pelo presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Desembargador Walter Waltenberg, no Edifício Sede da Instituição. Waltenberg falou de orçamento, dos anseios da administração e dos projetos em andamento no Judiciário Rondoniense para cumprimento da meta de dar maior celeridade aos processos judiciais, em sintonia com os demais poderes constituídos no Estado.

Durante a reunião, o presidente agradeceu a presença de todos e falou do esforço do Tribunal de Justiça na atualização tecnológica tanto na área administrativa quanto na área judicial, “pois não se justifica a morosidade em causas com reflexo e consequência direta na sociedade e na vida das pessoas”.

O Presidente enfatizou a necessidade de investir em tecnologia na área criminal, que ainda não tem sistema de processo eletrônico, e do bom aproveitamento da estrutura tecnológica legada na gestão anterior. Segundo Waltenberg, parte importante desses programas vai funcionar nas procuradorias do Estado e dos municípios. “Nós temos uma parte do programa judicial que faz com que o município consiga buscar nas CDAs (Certidão de Dívida Ativa) todas as informações para a construção da ação do executivo fiscal. Isso é entregue por Inteligência Artificial ao Procurador, que confere os dados e assina. Segue para o judiciário que, com citação também automatizada pelo sistema, volta para o Juiz, fazendo com que toda a movimentação processual fique mais ágil”.

O Magistrado disse que a união demonstrada no encontro de hoje será necessária, igualmente, quando se tratar da Segurança Pública, já que o inquérito também precisa ser eletrônico. “Não queremos uma justiça apenas informatizada, com documentos digitalizados, e sim uma justiça afinada com o "Estado Digital", aquele que começa digital na Delegacia e segue digital até o STJ. Da mesma forma na área Cível, que comece digital na Procuradoria do Estado ou do Município e siga todo o tramite com a agilidade que a tecnologia proporciona. Deputados e Senadores podem auxiliar o Estado e seus Municípios de base com recursos para a consolidação do "Estado Digital" em Rondônia”.

 

Comentários

  • 1
    image
    Sebastião Farias 11/06/2018

    Acho que o melhor exemplo de integração institucional em benefício do povo, será aquela em que os Vereadores, como outros parlamentares dos municípios, do Estado e da União, a exemplo das denúncias nas gestões públicas, divulgadas pela imprensa, têm atribuição representativa e fiscalizatória em defesa dos cidadãos, através da CF, da CE e da Lei Orgânica dos municípios, para impedirem isso, proativamente, ou em tempo real, individual ou coletivamente, através de suas Comissões Permanentes (Temáticas)-CPs e/ou Comissões de Fiscalização e Controle-CFC's, sob pena de serem responsabilizados por omissão e por prejuízos aos cidadãos. A propósito do assunto, se quiser, é meu entendimento, como leigo no assunto mas, como cidadão, os MP's, se quiserem, podem contribuir muito, para minimizar esses desvios de condutas no Legislativo, orientando e/ou cobrando preventivamente, aos Presidentes e membros dessas Comissões dos Poderes Legislativos, Federal, estadual e municipais, que efetivem suas ações de fiscalização e controle em obras e/ou serviços públicos prestados à população, proativamente e, periodicamente e, em tempo hábil. ficam as nossas sugestões. Sebastião Farias Um cidadão brasileiro nordestinamazônida

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook