Vilhenense é assassinada pelo ex no Mato Grosso; irmã dela foi esfaqueada e está na UTI

Vítima pretendia pedir demissão do trabalho para voltar a Vilhena.

 Folha do Sul
Publicada em 01 de julho de 2018 às 16:32
Vilhenense é assassinada pelo ex no Mato Grosso; irmã dela foi esfaqueada e está na UTI

A vilhenense Luciana Zenki, de 37 anos, foi morta a facadas na tarde de ontem (sábado, 30) na cidade de Tangará da Serra (MT). A irmã dela, Kátia Zenki, também foi atacada, ficou ferida, mas sobreviveu e continua internada na UTI.

O FOLHA DO SUL ON LINE conversou com Eliana Zenki, irmã das vítimas, e ela contou que o autor do crime é o ex-namorado de Luciana. O homem que matou a vilhenense se chama Jair Geraldi, e foi preso logo após o ataque.

Segundo a irmã, Luciana morou em Vilhena até dois anos atrás. Ela trabalhava no supermercado Pato Branco, no setor de fatiados, e havia se mudado para a cidade matogrossense em busca de oportunidade de trabalho.

A vilhenense havia terminado o namoro há uma semana, mas Jair não se conformava com o fim do relacionamento. Descontrolado, ele foi à casa onde Luciana morava sozinha, mas ela estava sendo visitada pela outra irmã, Kátia. O assassino mandou as duas mulheres se sentarem no sofá da sala e as atacou com uma faca.

Luciana havia decidido retornar a Vilhena esta semana. Ela pretendia fazer o acerto no frigorífico onde trabalhava, para voltar.

A vítima deixa dois filhos, um deles morando com o pai na cidade de Chupinguaia.

 O assassinato da vilhenense acontece na mesma semana em que uma outra mulher do Cone Sul, ex-moradora de Cerejeiras, também é executada pelo parceiro também no Mato Grosso.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook