5 Motivos pelos quais o e-commerce vai crescer muito em 2019

O faturamento do e-commerce em 2017 foi de R$47,7 bilhões, 7,5% a mais que em 2016

Assessoria
Publicada em 06 de dezembro de 2018 às 14:52
5 Motivos pelos quais o e-commerce vai crescer muito em 2019

O e-commerce entregou números animadores em 2017 e 2018, mas será que esse crescimento vai continuar em 2019? Vamos falar disso nesse conteúdo valioso, e no fim do texto ainda temos 3 dicas especiais para você. Fique ligado.

Nos últimos 12 anos o e-commerce no Brasil vem crescendo bastante, parece que a cada ano ele acresce mais. O maior fator para ajudar nesse crescimento é o maior acesso a internet. Mas para 2019, pode-se esperar muito mais.

O faturamento do e-commerce em 2017 foi de R$47,7 bilhões, 7,5% a mais que em 2016. Não temos os números completos de 2018, mas é provável que o faturamento tenha sido maior ainda.

Em 2017, 27,3% das compras foram feitas em dispositivos moveis, a pesquisa da Ebit confirma que a preferência do consumidor em comprar por celulares está cada vez aumentando. Vamos falar dessa tendência para 2019 mais à frente no texto.

O último ano foi marcado pelo fortalecimento dos marketplaces, 31,5% das vendas foram feitas através dele. Analisando o crescimento ano a ano, é possível que no fim de 2018 vejamos o continuo crescimento em 2019 também.

5 Motivos pelos quais o e-commerce vai crescer muito em 2019

1 - E-commerce mobile

Mesmo em um cenário onde as compras pela internet crescem cada vez mais, apenas 24% das lojas virtuais possuem sites responsivos. Se você pensa em investir em um e-commerce em 2019, é obrigatório que seu site seja responsivo e atento a experiencia do usuário.

Os sites com layouts que não se adaptam a qualquer tipo de dispositivo podem ter dificuldade de fechar vendas. A desvantagem é muito grande comparado a outros sites. Mesmo assim, a tendência é que as pessoas comprem cada vez mais por celular e menos pelo computador.

O consumidor vem ganhando mais confiança com as compras na internet, principalmente pelo celular. Essa segurança traz um aumento de faturamento e um número maior de recompra.

2- Realidade Aumentada

A realidade aumentada surgiu como uma grande novidade e logo foi usada no ramo de entretenimento, principalmente com os vídeo games. Mas hoje com a concorrência cada vez maior por parte dos e-commerce e surgimento de muitas startups, o AR tem cada mais espaço.

Com um aprimoramento visual muito avançado, a realidade aumentada oferecer ao comercio eletrônico mais opções, a forma de conquistar o cliente fica muito mais fácil.

Persuadir os consumidores e eliminar a necessidade de pensar duas vezes para finalizar uma compra, está entre os principais requisitos para o varejo online. Para essas situações, a visualização torna-se prioritária, tornando o produto mais atraente.

A realidade aumentada oferece ao consumidor uma experiencia de compra mais interativa. Gigantes do e-commerce já possuem a opção de catalogo virtual, que pode ser ajustado de acordo com a necessidade do cliente.

Um dos motivos para crer que em 2019 o e-commerce vai crescer mais ainda é a tecnologia cada vez mais presente no setor do varejo. Quando uma loja se adapta a essa onda tecnológica, ela tem tudo para subir o seu faturamento.

3- Aplicativos próprios

Voltando a falar de mobile, mas agora de aplicativos, para se manter competitivo no mercado, você precisa se manter em constante evolução.

E pesquisas mostram que 60% das pesquisas no Google já ocorrem em dispositivos moveis e que os usuários optam por pesquisar produtos e finalizar as compras em um aplicativo ao invés de usar o próprio site da marca, mesmo que seja mobile.

A indústria de aplicativos já está sendo impulsionada pelo e-commerce e deverá gerar um faturamento superior a US$189 bilhões em até 2020. Para quem busca estar sempre atualizado e entregando o melhor ao cliente, não deixe de pensar nos apps.

Segundo pesquisas, 45% dos consumidores preferem plataformas que entregam recomendações personalizadas com base no seu habito de consumo. E 56% dos consumidores retornariam a uma loja que oferecesse recomendações personalizadas.

A Amazon é uma das gigantes que oferecem dezenas de recomendações com base noseu histórico de compras e lista de desejo. Até os e-mails enviados aos leads são com preferência nos hábitos do consumidor.

Já no Brasil, o Grupo Pão de Açúcar oferece um aplicativo para os clientes do Programa Mais e Clube Extra, recomendando produtos e descontos personalizados com base nos próprios hábitos do cliente.

Com a integração entre Machine Learning e a Inteligência Artificial, podemos prever um crescimento de aplicativos em 2019, oferecendo soluções cada vez mais personalizadas.

4- Sistema compra e retira

 

Esse modelo de compra, também chamado de PickupStore, o cliente faz a compra pelo site e depois o retira na loja física. Bastante utilizado mundo a fora, como as lojas do Walmart.

Esse sistema é muito vantajoso ao cliente, pois ele não precisa pagar o frete, não enfrenta fila e tão pouco precisa pagar o estacionamento do shopping, pois ele apenas entra a loja e retira os seus produtos.

Para o empreendedor também é extremamente vantajoso, porque ele não se preocupa com o estoque como no sistema tradicional. Ele pode fazer os pedidos de acordo com os pedidos de vendas.

No Brasil essa modalidade vem ganhando força e os clientes vem acompanhando, se mostrando satisfeitos, é uma boa opção para quem busca se destacar no e-commerce em 2019.

5 - Chatbots

O avanço da tecnologia artificial é visível em diversos setores da economia, no varejo, vemos mais nos assistentes virtuais nas lojas. Segundo a previsão da Gartner, 85% das interações dos consumidores com as lojas serão feitas por mecanismos automáticos.

Os crescimentos dos chatbots é um sinal do avanço das aplicações com inteligência artificial em todo o mundo. Ao automatizar processos com bots, as empresas ganham em produtividade, redução de custos e agilidade no processo.

3 Ideias para empreendedores em 2019

Se você busca empreender em 2019, existem opções além do e-commerce, mas que vão crescer na mesma proporção, esses 5 motivos se aplicam perfeitamente a cada um deles.

1- Clube de assinaturas

O clube de assinaturas não é uma novidade, mas diversas empresas vêmfaturando alto nesse modelo de negócio. No Brasil um bom exemplo é a Tag Livros, com mais de 24 mil clientes.

2- Consultoria

Se as suas habilidades estão focadas em expertise profissional em determinada área, você pode atuar como consultor para empresas do seu ramo. Aplicando ideias do e-commerce e estratégias de Marketing Digital, você tem tudo para ter sucesso.

3- Economia compartilhada

É uma dasgrandes formas de se movimentar dinheiro hoje no mundo, temos exemplos da Uber, Airbnb e outras gigantes. Segundo a Consultoria PwC, a economia compartilhada vai gerar 335 bilhões de dólares em 2025.

Se a sua duvida era saber se o e-commerce ainda vai crescer em 2019, saiba que a resposta é sim!

Essa é a hora de você empreender e conseguir resultados fantásticos. Conhece um amigo que deveria ler esse texto? Marque ele aqui.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook