Acusado de tentar invadir gabinete e mobilizar polícia, radialista emite nota e sobe o tom contra prefeito em Vilhena

Comunicador acusa Japonês de estar por trás de fiscalizações em emissora.

Folha do Sul 
Publicada em 10 de dezembro de 2018 às 09:07
Acusado de tentar invadir gabinete e mobilizar polícia, radialista emite nota e sobe o tom contra prefeito em Vilhena

Horas depois de ser acusado de tentar invadir o gabinete do prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV), a quem teria feito ameaças, o radialista Júlio César Silva enviou nota ao FOLHA DO SUL ON LINE comentando o episódio. Lembre aqui.

Julinho da Rádio, como é conhecido o apresentador, subiu o tom contra o prefeito, a quem apoiou na eleição suplementar de Vilhena neste ano. Antes da manifestação do radialista, explicando a real motivação de sua ida à prefeitura hoje, aliados dele num grupo de WhatsApp deram outra versão para o confronto: ele estaria reagindo uma proposta não honrada por Japonês, que teria prometido sua nomeação como secretário de Saúde, descumprindo o combinado após a vitória.

Leia abaixo, na íntegra, a nota emitida pelo apresentador da rádio Positiva FM:

O radialista Julinho da rádio disse à imprensa que foi a Prefeitura Municipal de Vilhena nesta manhã para conversar com Eduardo Japonês sobre dois assuntos, o primeiro seria sobre a ameaça que o prefeito Eduardo Japonês fez enquanto estava bêbado junto com o vereador Rafael Mazieiro, segundo o radialista, semana passada na Choperia La Varanda de propriedade do pai do vereador, Japonês abordou o integrante da Fm Positiva Miguel Pereira que chegou ao local para comprar um marmitex e fez ameaças dizendo que vai fechar a Rádio custe o que custar, igual fez com a granja do ex Prefeito Melki Donadon, ao ficar sabendo da informação Julinho foi até o Prefeito para confirmar veracidade da ameaça, vistos que só este mês a ANATEL órgão fiscalizador da emissora esteve 3 vezes fazendo averiguações devido a denúncias, nenhuma irregularidade foi constatada.  O segundo seria sobre o aumento descabido de IPTU o qual já foi enviado para a Câmara Municipal para aprovação, desrespeitando o Projeto de IPTU progressivo existente, muitas pessoas vieram pedir ajuda pois não terão condições de pagar a obrigação caso o aumento abusivo seja confirmado, então eu iria tentar conversar com ele para não prejudicar Vilhena de forma tão agressiva, ainda bem que temos o Legislativo ainda, ou o povo estava ferrado. Para finalizar Julinho disse que é o cúmulo do absurdo enquanto as ruas estão esburacadas, alagadas e no escuro, o Hospital Regional de mal a pior, a educação terminando o ano sem merenda nas escolas, e o Prefeito preocupado unicamente em perseguir a imprensa ameaçando e tentando calar a voz das comunidades, ele não sabe que a própria Presidente do STF à época Carmem Lúcia se pronunciou sobre casos como esse dizendo: O tempo do cala boca já morreu, finalizou o comunicador.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook