Canteiros de obras em diversos bairros garantem continuidade de grandes projetos de infraestrutura

Problemas históricos de alagamentos, poeira, lama, trafegabilidade e iluminação estão sendo resolvidos

Semcom
Publicada em 29 de junho de 2020 às 13:57
Canteiros de obras em diversos bairros garantem continuidade de grandes projetos de infraestrutura

Obras importantes continuam em execução para resolver problemas crônicos no município

Responsáveis pelo escoamento de das águas das chuvas e evitando alagamentos, as várias obras de drenagem que hoje estão em andamento na cidade melhorarão a qualidade de vida de inúmeros bairros do município, como Bodanese, Marcos Freire, Centro, Cristo Rei, bem como conjuntos habitacionais e outros bairros próximos a esses. As diversas obras de pavimentação motivam a construção de drenagem nesses bairros e também calçada, sarjeta, bueiros, meio-fio, sinalização horizontal e vertical.

Os projetos que se iniciaram com as obras nas avenidas Tancredo Neves, Rondônia, Rio Grande do Norte e parte do bairro Embratel, hoje se estendem para outros bairros com trabalhos sendo executados nas rua 743, Linha 135 e avenida 1° de Maio, uma das mais antigas do município na qual moradores esperaram quase 40 anos para ver a concretização da obra atualmente em estágio avançado.

“Sabemos que essas muitas obras que ficam debaixo da terra, como é o caso da drenagem, da readequação da rede de água e da instalação das tubulações, muitos nem vão notar que existem depois de prontas. Mas, para nós, o que importa é que a cidade seja transformada e os problemas sejam resolvidos”, diz o prefeito Eduardo Japonês, que lembra ainda que “em cerca de 2 anos já executamos cerca de oito quilômetros de asfalto, mas neste ano, mesmo com todas as dificuldades da pandemia, a expectativa é que façamos outros seis quilômetros, totalizando 14 quilômetros pavimentados em pontos críticos da cidade, melhorando a qualidade de vida, agregando valor aos imóveis e evitando muitos transtornos, levando Vilhena para o futuro”.

De acordo com o setor de engenharia e projetos da Secretaria Municipal de Planejamento, a média mensal de asfaltamento em Vilhena mais que dobrou nos últimos 18 meses em relação aos anos de 2017 e 2018. Enquanto foram feitos 4,91 quilômetros de asfalto em 2017 e 2018 (média de 204 metros por mês), o ano de 2019 registrou 6,71 quilômetros e 2020 pouco mais de 1,2 quilômetros, totalizando 7,9 quilômetros, com média mensal 440 metros por mês.

Ao mesmo tempo, a Secretaria Municipal de Obras realiza diversos serviços nos demais bairros, que envolvem limpeza de sarjetas, desentupimento de bocas de lobo, roçagem, construção de bueiros e operações de recuperação asfáltica. É importante salientar aos moradores que embora essas obras possam provocar alguns transtornos como obstrução de vias e acessos, esses inconvenientes são temporárias e os benefícios futuros são permanentes.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook