FAB faz buscas por avião que decolou de Rondônia e desapareceu no Mato Grosso; vilhenense é co-piloto da aeronave

Grupos de redes sociais de aviação acompanharam o voo até cerca de 150 quilômetros do destino.

Fonte: Folha do Sul
Publicada em 01 de dezembro de 2018 às 09:57
FAB faz buscas por avião que decolou de Rondônia e desapareceu no Mato Grosso; vilhenense é co-piloto da aeronave

Equipes de resgates iniciam buscas pelo avião PT-ICN que decolou em Pimenta Bueno, com destino à Santo Antônio do Leverger (MT), nesta sexta-feira (30). Grupos de redes sociais de aviação acompanharam o voo até cerca de 150 quilômetros do destino, quando desceram a quatro mil pés. 
 
Buscas teriam sido iniciadas na região de Poconé (MT), que faz parte da rotina de mapa de voo, para aproximação ao aeroporto de Várzea Grande. 

A aeronave estava ocupada por dois tripulantes, piloto e co-piloto. Um dos pilotos é funcionário da empresa Cairu. O co-piloto é Marcelo Balestrin, de 40 anos, que já morou em Vilhena e hoje reside em Pimenta Bueno. O pai dele ainda vive em Vilhena e mãe acompanha a situação de Portugal, onde está neste momento.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook