Governador Marcos Rocha recebe visita da reitoria da Unir, discute avanços no ensino superior e ações estratégicas de incentivo a pesquisa

Marcos Rocha destacou que um órgão estadual estratégico para esta finalidade é a Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero).

Vanessa Moura / Fotos: Ésio Mendes
Publicada em 09 de janeiro de 2019 às 11:11
Governador Marcos Rocha recebe visita da reitoria da Unir, discute avanços no ensino superior e ações estratégicas de incentivo a pesquisa

O governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, recebeu na manhã de terça-feira (8) a visita do vice-reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Marcelo Vergotti, acompanhado do chefe de gabinete da Reitoria, professor Adilson Siqueira, e do o pró-reitor de Planejamento, Fabrício Donizeti Ribeiro Silva, para alinhar as ações estratégicas de apoio para avanço no ensino superior e o incentivo a pesquisa.

Marcos Rocha destacou que um órgão estadual estratégico para esta finalidade é a Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero).

‘‘O objetivo da visita é fazer essa aproximação da Unir com o governo do Estado de Rondônia e um dos aspectos primordiais que vamos poder trabalhar é com relação à pesquisa. Temos a Fapero que vai poder fazer esse alinhamento com a Universidade Federal para apoio com os universitários, pesquisa, ciência, tecnologia. Enfim, tudo o que for necessário para trazer benefício para nosso Estado e a população nós faremos com muito cuidado e atenção para obter os resultados esperados’’, garante o governador.

Outro tema discutido foi quanto ao acervo do Estado em relação aos documentos sobre o Plano Agropecuário e Florestal de Rondônia (Planafloro) e o Plano Integrado de Desenvolvimento do Noroeste do Brasil (Polonoroeste). Considerados importantes materiais de consulta para acadêmicos. ‘‘O interesse da instituição é para uso de pesquisas desse material. O reitor considera esse acervo muito importante, pois são grandes projetos, e esses documentos estão se acabando’’, conta Adilson.

O governador sinalizou como positiva a possibilidade de atender à solicitação diante da relevância do acervo. ‘Nós podemos deixar esse material junto a Unir para que possam ser utilizados para pesquisas. Até porque serviram para o desenvolvimento de Rondônia e agora podem servir como fonte de pesquisa e de incentivo para que os acadêmicos e a população em geral conheçam a história de desenvolvimento do nosso estado’’, afirma Marcos Rocha.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Tereza Sabino 10/01/2019

    Muito interessante esse encontro entre o Governador, Cel. Marcos Rocha. O resgate de obras de pesquisas realizadas por equipes capacitadas e competentes nas áreas, objeto das pesquisas, há muito tem sido desprezadas. Somos parte dessas equipes. Memorial vivo que aos poucos está voltando à Residência Celeste sem ter sido poco aproveitado em encontros de resgate da memória e acompanhamento do desenvolvimento do estado no país. Planafloro, Planonoroeste, Planonordeste e outros. Tem, ainda, Planos de desenvolvimento e integração das faixas de fronteiras. O governo pode retomar as comissões para implementar iniciativas que respeitem a diversidade da região e sigam as diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). Rondônia está no Arco Central com 27 municípios na faixa de fronteira. Temos muitas pesquisas iniciadas e precisam ser concluídas ou retomadas. Ficamos à disposição para continuidade aos trabalhos, nesse 2019. Tereza Sabino.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook