MPRO assina termo de cessão de uso do sistema EmeronWeb da Escola da Magistratura de Rondônia

A partir de agora a EMPRO poderá fazer uso do sistema EmeronWeb, desenvolvido pela EMERON

Gerência de Comunicação Integrada (GCI)
Publicada em 16 de novembro de 2023 às 10:49
MPRO assina termo de cessão de uso do sistema EmeronWeb da Escola da Magistratura de Rondônia

O Ministério Público, por meio de seu Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, juntamente com o Diretor da Escola Superior (EMPRO), Procurador de Justiça Marcelo Lima de Oliveira, assinou o Termo de Cessão e Uso do sistema EmeronWeb, celebrado junto ao Poder Judiciário, por intermédio da Escola de Magistratura do Estado (EMERON), em cerimônia realizada na manhã desta terça-feira (14/11), no gabinete do Diretor da Escola da Magistratura, Desembargador Raduan Miguel.

A partir de agora a EMPRO poderá fazer uso do sistema EmeronWeb, desenvolvido pela EMERON. Trata-se de uma ferramenta utilizada na gestão de informações de escola judicial. O sistema contempla, em seus fluxos, o trato de dados referentes aos cursos, desde o planejamento orçamentário até a completa execução das atividades de formação. Em sua dinâmica, possibilita a devida inserção dos valores pertinentes, como os dados de professores, alunos, despesas e outros.

O sistema dispõe ainda de dados de inscrição, frequência, certificação e a emissão de relatórios, como das atividades executadas pela instituição, pelos professores, pelos alunos e também de despesas, permitindo monitoramento da execução orçamentária. Também estão disponíveis a emissão e a validação dos certificados de participação nos cursos, de forma totalmente online, aberto ao público externo, bem como conta com autosserviços inteligentes, como os referidos mecanismos de inscrição e frequência, que permitem a interação do participante e, dessa forma, colaborando com a construção e manutenção de sua base de dados, otimizando de forma constante e automática os fluxos de trabalho futuros, a partir do reaproveitamento de informações.


Além dos integrantes do MP, o termo de cessão de uso foi assinado pelo Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, e pelo diretor da EMERON, na presença ainda dos Desembargadores Alexandre Miguel e Gladner Pauletto.

O Desembargador Raduan Miguel enfatizou que o MPRO é o primeiro Ministério Público brasileiro a implantar o sistema, que hoje é realidade em Escolas do Poder Judiciário de vários estados como Acre, Amazonas, Roraima e Amapá. O Diretor da EMPRO, Procurador de Justiça Marcelo Lima de Oliveira, agradeceu pela parceria, que proporcionou a celebração da cessão, de forma a facilitar e agilizar o trabalho desenvolvido pela Escola Superior do MPRO.

O Procurador-Geral de Justiça destacou mais uma vez as ações integradas entre o Ministério Público e o Poder Judiciário. “Somos gratos por essa comunhão de esforços com o Poder Judiciário, que tem promovido mudanças positivas significativas para as instituições e para a sociedade”, concluiu Ivanildo de Oliveira.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook