Mutirão ajudará deficientes a conseguirem gratuidade

Habilitação se dará a partir de cadastro, podendo ajudar na obtenção de benefícios de prestação continuada.

Comdecom
Publicada em 10 de agosto de 2017 às 10:21
Mutirão ajudará deficientes a conseguirem gratuidade

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e a coordenadoria da área de acessibilidade da prefeitura de Porto Velho estudam a realização de mutirão com médicos especialistas para consultas, exames e avaliação para a emissão de laudos que garantam a deficientes acesso à gratuidade do transporte coletivo de passageiros na cidade.

Os primeiros contatos foram feitos esta semana entre o secretário Alexandre Porto e Jailton Delogo diante do crescente número de reclamação de portadores de necessidades especiais que necessitam habilitar-se para ter direito à gratuidade, que é assegurada por lei em todo o país, mas não o fazem por não terem acesso a médicos.

O mutirão é destinado a pessoas que não têm condições de pagar por consultas, exames e laudos. “Nesse mutirão, teremos condições ajudar a superar as barreiras que impedem o acesso ao benefício do transporte gratuito. Ao que sabemos, há pessoas com até um ano e meio sem conseguir resolver a situação. ”, revela Jailton.

Para resolver a situação, a Semusa pediu que se faça o levantamento de quantos deficientes, que inicialmente têm, a contar de hoje (9) até o dia 8 de setembro, 30 dias para se cadastrar e, a partir daí, saber quantos profissionais como oftalmologista ou otorrinolaringologista, por exemplo, serão escalados. Os registros podem ser feitos no e-mail pvhpromovendoainclusao@gmail.com, no facebook jailtondelogoinclusao e na página portovelhopromovendoainclusao, além do whatzapp 9 9387-5067.

Jailton deixa claro que, apesar da iniciativa da gestão do prefeito dr Hildon Chaves em querer eliminar barreiras que dificulta a vida de quem tem limitações, “os resultados dos exames e os laudos é que dirão quem se enquadra no perfil ou não, tudo através de um diagnóstico adequado”.

Ele destaca ainda que, depois de se habilitar como candidato ao atendimento, o interessado deverá juntar documentos como laudos antigos ou atualizados, o mesmo valendo para as carteirinhas existentes, “para facilitar o atendimento”. Dependendo de avaliação, os incluídos no mutirão poderão obter, além da carteirinha do transporte gratuito, ajuda na solicitação de benefícios junto ao INSS.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook