Com recorde de alta, fique atento aos cuidados básicos com a dengue

Brasil já registrou mais de 4,5 milhões de casos da doença

Fonte: Assessoria/Pró-Saúde - Publicada em 15 de maio de 2024 às 08:24

Com recorde de alta, fique atento aos cuidados básicos com a dengue

Os casos de dengue no país apresentam recorde na série histórica do Ministério da Saúde. O órgão indica que, só nos primeiros quatro meses de 2024, o Brasil registrou mais de 4,5 milhões de casos da doença, um aumento de mais de 180% em relação ao ano anterior.

 A pasta de saúde indica, ainda, que apesar da atual queda de casos em 22 estados e no Distrito Federal, há uma preocupação sobre a antecipação nos casos em 2025, frente à alta de temperatura e ondas de calor.

Por esse motivo, Gisele Abud, médica e diretora Técnica da UPA 24h Zona Leste, em Santos (SP), alerta para as formas de prevenção contra a dengue, chikungunya e zika vírus.

“A principal orientação nesse sentido segue sendo o combate ao mosquito: eliminar focos de água parada em casa, como garrafas, pneus e vasos, e manter o quintal limpo em períodos chuvosos, são ações essenciais para garantir a proteção de todos”, indica a profissional.

Estou com dengue, e agora?

O tratamento da doença é baseado nas manifestações clínicas. Portanto, ao identificar febre alta (39° a 40°), dor atrás dos olhos, forte dor de cabeça, cansaço extremo, náusea, vômito persistente, dor abdominal, nos ossos e articulações, o indivíduo deve buscar ajuda médica.

Segundo Gisele, os principais cuidados são:

• Manter-se em repouso;

• Reforçar a hidratação, com água, água de coco e/ou soro;

• Não se automedicar, principalmente, medicamentos com ácido acetilsalicílico (aspirina), já que ela favorece quadros de hemorragia que podem afetar o paciente após a infecção;

• Fazer uso de repelente e mosquiteiros.

Outro cuidado que influencia na recuperação é a alimentação. “Fontes de proteína e ferro fortalecem a produção de células do sangue, prevenindo a anemia e fortalecendo a imunidade. Dê preferência para alimentos como feijão, beterraba, aveia, carne, ovo, queijo e beterraba”, aponta a médica.

Com recorde de alta, fique atento aos cuidados básicos com a dengue

Brasil já registrou mais de 4,5 milhões de casos da doença

Assessoria/Pró-Saúde
Publicada em 15 de maio de 2024 às 08:24
Com recorde de alta, fique atento aos cuidados básicos com a dengue

Os casos de dengue no país apresentam recorde na série histórica do Ministério da Saúde. O órgão indica que, só nos primeiros quatro meses de 2024, o Brasil registrou mais de 4,5 milhões de casos da doença, um aumento de mais de 180% em relação ao ano anterior.

 A pasta de saúde indica, ainda, que apesar da atual queda de casos em 22 estados e no Distrito Federal, há uma preocupação sobre a antecipação nos casos em 2025, frente à alta de temperatura e ondas de calor.

Por esse motivo, Gisele Abud, médica e diretora Técnica da UPA 24h Zona Leste, em Santos (SP), alerta para as formas de prevenção contra a dengue, chikungunya e zika vírus.

“A principal orientação nesse sentido segue sendo o combate ao mosquito: eliminar focos de água parada em casa, como garrafas, pneus e vasos, e manter o quintal limpo em períodos chuvosos, são ações essenciais para garantir a proteção de todos”, indica a profissional.

Estou com dengue, e agora?

O tratamento da doença é baseado nas manifestações clínicas. Portanto, ao identificar febre alta (39° a 40°), dor atrás dos olhos, forte dor de cabeça, cansaço extremo, náusea, vômito persistente, dor abdominal, nos ossos e articulações, o indivíduo deve buscar ajuda médica.

Segundo Gisele, os principais cuidados são:

• Manter-se em repouso;

• Reforçar a hidratação, com água, água de coco e/ou soro;

• Não se automedicar, principalmente, medicamentos com ácido acetilsalicílico (aspirina), já que ela favorece quadros de hemorragia que podem afetar o paciente após a infecção;

• Fazer uso de repelente e mosquiteiros.

Outro cuidado que influencia na recuperação é a alimentação. “Fontes de proteína e ferro fortalecem a produção de células do sangue, prevenindo a anemia e fortalecendo a imunidade. Dê preferência para alimentos como feijão, beterraba, aveia, carne, ovo, queijo e beterraba”, aponta a médica.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook