Filho embaixador? Que horror!

Eduardo Bolsonaro é mais que um chanceler. É um conflito diplomático

Por Alex Solnik
Publicada em 12 de julho de 2019 às 09:02
Filho embaixador? Que horror!

"É uma piada de mau gosto o convite que Bolsonaro fez ao filho Eduardo para assumir a chefia da embaixada do Brasil nos Estados Unidos", afirma o jornalista Alex Solnik; "Um tapa na cara da diplomacia brasileira, dos diplomatas de carreira e também dos brasileiros que certamente passarão vergonha se o fato se consumar", avalia FOTO: Reprodução

É uma piada de mau gosto o convite que Bolsonaro fez ao filho Eduardo para assumir a chefia da embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

Um tapa na cara da diplomacia brasileira, dos diplomatas de carreira e também dos brasileiros que certamente passarão vergonha se o fato se consumar.

Trata-se de nomeação que agradaria a Trump – que simpatiza com o garoto - mas desde quando o que é bom para Trump é bom para o Brasil?

Será que Bolsonaro não percebe que o filho não tem idade nem biografia compatíveis para chefiar a mais importante embaixada brasileira?

Será que não percebe que não é bom nem para o filho, pois ficará evidente que não ganhou o cargo por mérito, mas por ser filho do presidente da República?

Se aceitar, tanto Bolsonaro quanto o filho serão repudiados por todo o Itamaraty.Filho embaixador? Que horror!

É uma piada de mau gosto o convite que Bolsonaro fez ao filho Eduardo para assumir a chefia da embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

Um tapa na cara da diplomacia brasileira, dos diplomatas de carreira e também dos brasileiros que certamente passarão vergonha se o fato se consumar.

Trata-se de nomeação que agradaria a Trump – que simpatiza com o garoto - mas desde quando o que é bom para Trump é bom para o Brasil?

Será que Bolsonaro não percebe que o filho não tem idade nem biografia compatíveis para chefiar a mais importante embaixada brasileira?

Será que não percebe que não é bom nem para o filho, pois ficará evidente que não ganhou o cargo por mérito, mas por ser filho do presidente da República?

Se aceitar, tanto Bolsonaro quanto o filho serão repudiados por todo o Itamaraty.

*Alex Solnik é jornalista. Já atuou em publicações como Jornal da Tarde, Istoé, Senhor, Careta, Interview e Manchete. É autor de treze livros, dentre os quais "Porque não deu certo", "O Cofre do Adhemar", "A guerra do apagão" e "O domador de sonhos"

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook