Lazinho da Fetagro quer título honorífico para Txai Suruí

Parlamentar afirmou que indígena falou apenas a verdade em discurso na COP 26

Antônio Pessoa-ALE/RO Foto: Thyago Lorentz-ALE/RO
Publicada em 10 de novembro de 2021 às 08:40
Lazinho da Fetagro quer título honorífico para Txai Suruí

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) entrou, na sessão ordinária desta terça-feira (9), com pedido de título honorífico à Txai Suruí, primeira jovem indígena a discursar na ONU, na COP 26.

O parlamentar afirmou que Txai, rondoniense de Cacoal, de 24 anos, foi massacrada pelo governo federal, especialmente pelo presidente Jair Bolsonaro, simplesmente por falar a verdade.

"Chamaram a moça de mentirosa. Mas ela representou os povos indígenas, sua gente. Ela sabe o que seu povo passa e sente", frisou o deputado, lembrando ainda que ela vive num país democrático e tem o direito de explanar suas convicções.

Entre outras citações, Bolsonaro disse que levaram uma Índia para a conferência climática para "detonar o Brasil".

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook