O DIA NA HISTÓRIA - 25 DE MARÇO!

1983 – A Assembleia Estadual Constituinte aprova o Regimento Interno regulador da elaboração da primeira Constituição do Estado de Rondônia

Lúcio Albuquerque
Publicada em 25 de março de 2021 às 12:07
O DIA NA HISTÓRIA  - 25 DE MARÇO!

RONDÔNIA: 1977 – O município de Cacoal ganha sua primeira agência bancária, a do Bradesco. 1983 – A Assembleia Estadual Constituinte aprova o Regimento Interno regulador da elaboração da primeira Constituição do Estado de Rondônia.

COMEMORA-SE: O Dia da Constituição  no Brasil. Dia do Especialista de Aeronáutica. Dia Internacional em Memória das Vítimas da Escravidão e do Comércio Transatlântico de Escravos. Dia Nacional da Comunidade Árabe. Dia Nacional do Oficial de Justiça. Católicos comemoram Encarnação do Filho de Deus, Jesus Cristo e São Dimas, “o Bom Ladrão”, Santa Lúcia Felipini e São Quirino.

FATOS: 1409 — Convocação do Concílio de Pisa, que unificou a Igreja. 1807 — O Ato contra o Comércio de Escravos torna-se lei, abolindo o comércio de escravos no Império britânico. 1824 - O imperador Dom Pedro I outorga a Primeira Constituição do Brasil. 1854 — Começam a funcionar os primeiros lampiões a gás no Rio de Janeiro. 1857 — O fonógrafo é patenteado. 1865 — Inaugurada em São Paulo, Brasil, a Rua 25 de Março, considerada como o maior centro comercial da América Latina. 1970 — O presidente Médici amplia o mar territorial brasileiro de 12 para 200 milhas marítimas, gerando “A Guerra das |Lagostas” com a França. 1992 — O cosmonauta Sergei Krikalev retorna à Terra após uma permanência de dez meses a bordo da estação espacial Mir.

FOTO DO DIA: Maranhense, Amizael Gomes da Silva foi jornalista, professor de Matemática, vereador em dois mandatos na Câmara portovelhense, deputado estadual em duas legislaturas e relator final das duas constituições estaduais. Presidiu a Assembleia, mantendo ali o que já demonstrara na Câmara, a capacidade de liderança e de convencer pelo diálogo. O maior exemplo foi na segunda constituinte quando deputados, apoiados pelo governador Jerônimo Santana, tentou transferir a capital de Rondônia para próximo de Ji-Paraná, e não conseguiram. Faleceu aos 64 anos e deixou vários livros publicados: “Amazônia Sarará”, “No Rastro dos Pioneiros”, “Amazônia Porto Velho”, e “Da Revolta ao Inferno”, em que narra a vinda para a região de ex-participantes da Revolta da Chibata.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook