Roberto Jefferson é condenado a pagar R$ 50 mil a Alexandre de Moraes

Jefferson declarou em entrevista em maio do ano passado, que Moraes havia sido advogado da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC)

Brasil 247
Publicada em 01 de setembro de 2021 às 14:45
Roberto Jefferson é condenado a pagar R$ 50 mil a Alexandre de Moraes

Revista Fórum - A 1ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) condenou o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, nesta terça-feira (31), a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Jefferson declarou em entrevista em maio do ano passado, que Moraes havia sido advogado da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). “Primeiro Comando da Capital, o maior grupo de narcotraficantes do Brasil, assassinos de policiais, de policiais militares, de policiais penitenciários, de policiais civis. E o advogado deles era o Alexandre de Moraes. E hoje, desgraçadamente, veste uma toga de ministro do Supremo Tribunal Federal”, disse.

O juiz Renato Acacio de Azevedo Borsanelli, da 2ª Vara do Foro Central Cível de São Paulo, condenou Jefferson a pagar R$ 10 mil ao ministro. O valor foi ampliado para R$ 50 mil pelos desembargadores.

Confira a íntegra na Revista Fórum.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook