TJRO antecipa vacinação para público interno

A ação desenvolvida pela Divisão de Saúde do TJRO (Disau) ocorreu em diversas unidades do Judiciário

Assessoria de Comunicação Institucional
Publicada em 10 de fevereiro de 2024 às 11:36
TJRO antecipa vacinação para público interno

O Poder Judiciário de Rondônia decidiu antecipar a programação de vacinação de seu público interno da capital, que aconteceria em março, para fevereiro. Segundo dados do  Ministério da Saúde, houve um aumento dos casos de Influenza e Covid-19 nas primeiras semanas de 2024. O Estado acendeu o alerta de autoridades de saúde e, atento a esse cenário,  a ação desenvolvida pela Divisão de Saúde do TJRO (Disau) foi realizada em diversas unidades do judiciário. 

O início do período de inverno na região Norte, estação que costuma provocar aumento de casos relacionados a vírus respiratórios, pode ter provocado o aumento, segundo o Ministério da Saúde.

A equipe da Divisão de Saúde explica que a Influenza apresenta sintomas semelhantes aos da Covid-19, como febre; tosse; dor de cabeça e infecções respiratórias. 

No Brasil, nas duas primeiras semanas de 2024 foram notificados 54.000 casos e 361 óbitos, sendo 34.050 casos e 260 óbitos notificados na primeira semana de 2024, sinalizando aumento, tanto no número de casos quanto no número de óbitos, quando comparadas.

Dados apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa), em 2023, demonstram que a média de casos de Covid-19 foi de 14,7 por semana epidemiológica, em 2024 a média saltou para 153,3 casos por semana epidemiológica.

A imunização nas unidades do Judiciário foi direcionada para magistrados (as), servidores (as), estagiários (as) e outros (as) e colaboradores (as) do Poder Judiciário na capital. 

Fotografia mostra servidores aguardando para tomar vacina

Para Marcos Lira, estagiário do TJRO, a preocupação e o cuidado com a saúde de todos foi de extrema importância “A medida tomada pelo Tribunal é bem interessante, pois mostra o cuidado que o órgão  teve o com os servidores, estagiários e todo o público interno, para barrar o avanço dos vírus” pontuou. 

A Disau reforça que, para aqueles que apresentam sintomas gripais ou que tiveram contato recente com uma  pessoa positivada, a indicação é da  utilização da máscara descartável  dentro da unidade e manter constante lavagem das mãos.

Para aqueles que positivaram ou que possuem contato intradomiciliar com pessoa positiva para Covid-19, a orientação é de que encaminhe o resultado do exame via SEI, restrito à Divisão de Saúde, para análise e afastamento para home office.

A Disau informa ainda que todos os magistrados(as) e servidores(as) devem procurar atendimento médico externo ou através de agendamento para consulta médica na modalidade virtual, com médico da Divisão de Saúde, no Portal de Gestão de Pessoas, através da aba "Saúde”.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook