Chamado de macaco por torcedores, jogador do VEC deve acionar polícia após ataque racista em Vilhena

Xingamentos e ameaças aconteceram após time sofrer goleada.

Fonte: Folha do Sul Autor: Da redação
Publicada em 20 de março de 2018 às 15:05
Chamado de macaco por torcedores, jogador do VEC deve acionar polícia após ataque racista em Vilhena

Um ataque racista contra o atacante Henrique Teixeira, o “Robinho”, 27  anos, do Vilhena Esporte Clube, desferido na noite do último domingo, 18,  pode ser levado à policia e acabar na justiça.

Após a derrota do VEC para o Vilhenense pelo placar de 6 a 1, Robinho deixava o estádio onde havia acontecido o clássico na companhia de dois companheiros. Já do lado de fora, ele foi abordado por um grupo de torcedores adversários que, além de ameaçá-lo, lhe dirigiram xingamentos.

Segundo testemunhas, os torcedores do Vilhenense chamaram o jogador de “macaco” e perguntaram se ele “queria banana”. Também prometeram ir à concentração do VEC para matá-lo.

O atleta já está se municiando de vídeos que registram o ataque para formalizar queixa na polícia. Ele pretende, antes de formalizar a denúncia, identificar pelas imagens o autor das frases racistas.

Diante do episódio, a diretoria do time pelo qual atua o jogador emitiu a seguinte nota: “O Vilhena Esporte Clube repudia o inadmissível episódio de injúria racial sofrido pelo atleta Robinho, na partida deste domingo (18), em Vilhena pelo Campeonato Rondoniense 2018.

O clube se solidariza com o jogador e com todos que, ainda são vítimas desse pensamento criminoso, e reitera que recusa o racismo em todas as suas formas de manifestação. O VEC se compromete a providenciar o apoio necessário ao atleta e afirma que buscará as medidas judiciais cabíveis”.

#forçarobinho

O Vilhenense também se manifestou, por meio de nota oficial, condenando a atitude de seus torcedores.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook