CORONAVÍRUS: Prefeito sanciona lei que torna obrigatório uso de máscaras e prevê multa de R$ 80,00 a mil reais

Em caso de desobediência o infrator poderá ser multado em R$ 80, no caso de pessoa física,  e R$ 1 mil para pessoa jurídica. Se houver reincidência, o caso será encaminhado ao Ministério Público.

Comdecom
Publicada em 26 de maio de 2020 às 14:38
CORONAVÍRUS: Prefeito sanciona lei que torna obrigatório uso de máscaras e prevê multa de R$ 80,00  a mil reais

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, sancionou a lei 2.754, que torna obrigatório o uso de máscaras por todas as pessoas que estiverem fora de suas residências, enquanto perdurar a pandemia do novo coronavírus. Deverão ser usadas, preferencialmente, máscaras de tecido confeccionadas de forma artesanal/caseira, de acordo com a nota informativa nº3/2020 do Ministério da Saúde.

Em caso de desobediência o infrator poderá ser multado em R$ 80, no caso de pessoa física,  e R$ 1 mil para pessoa jurídica. Se houver reincidência, o caso será encaminhado ao Ministério Público.

São considerados espaços abertos ao público ou de uso coletivo e de uso obrigatório para o uso de máscaras as vias públicas, parques e praças; pontos de ônibus, terminais de transporte coletivo, rodoviária, portos e aeroporto; transporte coletivo, táxi e transporte de aplicativo; repartições públicas; estabelecimentos comerciais, industriais, bancários, empresas prestadoras de serviços e quaisquer estabelecimentos congêneres; além de outros locais em que possam haver aglomeração de pessoas.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Henry 26/05/2020

    Os menos favorecidos serão os maiores penalizados, senão bastasse a situação de miséria que estão vivendo. Tem gente que não tem 1 real no bolso, e anda sem máscara porque não pode comprar. A prefeitura teria que fazer um trabalho educativo, de conscientização, fornecendo máscaras gratuitamente.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook