Deixem o Confúcio em paz!

A PGR, Procuradoria Geral da República, pediu que o ex-governador de Rondônia, o médico Confúcio Aires de Moura seja investigado pela justiça comum, já que o mesmo perdeu o foro privilegiado.

​​​​​​​Professor Nazareno*
Publicada em 13 de abril de 2018 às 09:27

            A PGR, Procuradoria Geral da República, pediu que o ex-governador de Rondônia, o médico Confúcio Aires de Moura seja investigado pela justiça comum, já que o mesmo perdeu o foro privilegiado. Ele e mais outros quatro governadores podem agora ter seus processos analisados por instâncias inferiores da Justiça. Confúcio Moura, nascido em Dianópolis/Goiás, hoje Estado do Tocantins, e que renunciou recentemente ao cargo de governador para concorrer a uma vaga de senador pelo MDB exerceu por dois mandatos consecutivos o maior cargo político de Rondônia. Se isto acontecer estaremos diante de uma das maiores injustiças de que se tem notícia na nossa política. Embora estejamos vivendo dias de civilidade no meio político, a possível condenação de Confúcio se caracterizaria como um dos maiores equívocos do Brasil.

            À frente do governo do Estado durante oito anos, Confúcio foi uma espécie de Winston Churchill para os rondonienses. Para se ter uma ideia, no ocaso do seu “mandato de ouro”, ele mandou construir uma passarela no Espaço Alternativo para os porto-velhenses fazerem “fotinhas” para postar nas redes sociais. Os rondonienses mais eufóricos e bairristas festejam essa obra futurística como uma grande vitória deste povo sofrido. Nenhum outro chefe de Estado em tempo algum teve esta ideia extraordinária. Rondônia só teve dois governadores em toda a sua história: Confúcio e os outros. É o que se ouve das pessoas e dos eleitores mais humildes. Estadista de primeira grandeza e amado pelo seu simplório povo, o ex-governador rondoniense bem que poderia ser indicado para a ONU, para a OEA ou para qualquer outra instituição de nível mundial.

            Confúcio deixou marcas indeléveis no Estado. Na greve da Polícia Militar ainda no início do seu primeiro mandato, por exemplo, ele atuou como um diplomata. Sempre tratou os funcionários públicos do Estado com a maestria de um grande líder. Aumentos salariais sempre foram uma constante em sua “dourada” administração. Governando os rondonienses usando apenas um simples blog, esse humilde médico do Tocantins superou em simpatia até o “Império da Roça” de Ivo Cassol. Na Educação é difícil encontrar um professor que não goste do ex-prefeito de Ariquemes. Até o sisudo Sintero, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação, tece loas em homenagem a ele. Rondônia com Confúcio Moura é uma, sem ele é outra completamente diferente e atrasada. Eleito senador, imagine-se o que ele não fará por Rondônia e seu sofrido povo.

            Claro que Porto Velho é uma capital suja, imunda, fedorenta e podre. Mas o ex-governador tratou de dar um jeito. Mandou fazer esgotos e providenciou água tratada para os mais de 500 mil moradores da cidade. Vejam a situação do “açougue” João Paulo Segundo atualmente. Não é nem a sombra daquele que Confúcio encontrou no início de sua administração. Em Porto Velho pessoas se fazem de doente só para serem internadas ali. Do pobre ao rico não há quem não queira receber os excelentes serviços daquele “Spa médico”. Até escola de tempo integral Rondônia tem hoje. E graças a quem? Confúcio Moura deveria permanecer como governador deste Estado pelo terceiro mandato consecutivo, essa é a vontade do povo daqui. Será que não daria para mudar a Constituição? O Senado só ganhará com ele, que não devia ser julgado nem processado por nenhuma instância de Justiça. Afinal o “nosso senador” nunca fez nada!

*É Professor em Porto Velho.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Mariana 13/04/2018

    Caro Professor Nazareno, seus textos não alcançam a maioria burra dos rondonienses, eles não não entendem de ironia fina do seu texto, infelizmente são analfabetos funcionais! Seja mais objetivo professor pois seu objetivo não está sendo atingido!

  • 2
    image
    Aline 13/04/2018

    Excelente texto, Confúcio sai como um dos piores governadores do Estado. Aos comissionados e assessores foi dada toda a carne e aos servidores públicos (efetivos) nem sequer os ossos, estamos sem reposição salarial há mais de quatro anos, auxílio saúde defasado, pedidos administrativos são demorados e por fim negados e se quiser que entre na justiça. Calcula-se em torno de 40% em percas salariais acumuladas, sendo que todas as despesas aumentam constantemente (alimentação, plano de saúde, escola, gasolina e etc.). Espero ainda que Confúcio não ganhe voto de quem não entendeu as ironias do texto.

  • 3
    image
    Alessandro 13/04/2018

    Li a matéria, e esperei para ver os comentários abaixo, e aconteceu o que imaginei.... Muitos leitores não entenderam o sentido antônimo do texto. Infelizmente esse tipo de leitura ainda é para poucos.

  • 4
    image
    PAULO DA SILVA FERREIRA 13/04/2018

    Fala muito, nada com nada. Dê uma solução só critica e mais nada. Tá ganhando bem para falar tanta conversa de pescador...

  • 5
    image
    Neves 13/04/2018

    Lendo os comentários me dá uma profunda tristeza. Será que ninguém consegue interpretar um texto? Senti vergonha do meu povo.

  • 6
    image
    ELY 13/04/2018

    Quem conhece o professor Nazareno sabe bem da ironia nas entrelinhas do seu texto. Ele sabe bem o que diz e que ninguém é burro para aplaudir esses surrupiadores do erário.

  • 7
    image
    carlson sousa 13/04/2018

    CANA NESSE MELIANDRO!

  • 8
    image
    Aparecido Lucas 13/04/2018

    Meu Deus tantas asneiras em um só artigo.

  • 9
    image
    Arnaldo Ferreira 13/04/2018

    Quem não deve não teme!

  • 10
    image
    marcos britto 13/04/2018

    A verdade é que se ele for culpado tem que pagar, e sugiro que chame do juiz Sérgio Moro, para que os culpados, sejam realmente presos...e gostaria de comunicar ao professor que foi o pior Governador para os funcionários da SAÚDE, e se foi no Hospital João Paulo II segundo, no tempo em que foi governador, o mesmo só foi uma vez, e ainda relato que ele foi tão bom para a educação...que todos os anos aconteceu greve, e na última ele não negociou nada, foi por intermédio de outros representantes...tenho certeza que o mesmo não terá voto nem da SAÚDE, muito menos da EDUCAÇÃO, e lembro que foi o único Governador de Rondônia, em que até a polícia Militar fez greve...esperamos não vê`-lo como SENADOR!

  • 11
    image
    JOSÉ SIQUEIRA 13/04/2018

    Entendi o sarcasmo no texto, enfim, um Governador que não somou nada de bom para o Estado de Rondônia, indivíduo o Estado, bateu no peito dizendo que paga os salários em dia, Claro, pegando dinheiro emprestado e endividado o estado! Na agricultura, nas estradas e demais secretarias, exterminou todos os programas do governo Cassol. É uma pena o que ele fez com o Estado. Em outubro, teremos a oportunidade de escolher o próximo Governador, que seja tocador de obras, trabalhador e comprometido com o verdadeiro crescimento do estado, e não o faz de conta que foi o personagem principal dessa matéria!!

  • 12
    image
    Ferreira 13/04/2018

    Sem comentários.

  • 13
    image
    Wilson 13/04/2018

    Será que os leitores não conseguem interpretar a ironia que o professor tá fazendo, não percebem que tudo que o mesmo fala é justamente o contrário, a única obra desse governo é uma passarela ridícula e caríssima, onde até prisões por desvios de recursos aconteceram.

  • 14
    image
    mario da silva santos 13/04/2018

    Esse escritor está falando de quem mesmo ? o cds dele deve ser grande para falar tantas bobeiras em uma só matéria. Por isso não educação está nesse patamar.

  • 15
    image
    Leandro 13/04/2018

    Eu leio uma idiotice dessas e não entendo como pude deixar que meus filhos fossem aluno desta besta no Classe A, que aliás deveria se chamar Classe Z. Essa pessoa é doente!

  • 16
    image
    andre 13/04/2018

    Esse cidadão não consegue articular nada do que se aproveite.

  • 17
    image
    Roberto Caciano Silvs 13/04/2018

    Meu Deus! Tantas bobagen:, quem nao cumpre e é fora da lei, tem que ir para a cadeia e não ter mandatos nenhum. Cadê o cumprimento da lei do Plano Estadual da Educação que ele mesmo sancionou e não cumpriu, ocasionando a recente greve. Se ele fez alguma coisa é meramente obrigação e dever dele e nada mais.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook