Em aproximadamente 10 minutos, PRF identifica mais de 100 m³ de madeira sendo transportada de maneira irregular, na cidade de Ariquemes

As cargas eram transportadas com divergência na documentação prevista em lei

Polícia Rodoviária Federal
Publicada em 17 de setembro de 2021 às 18:45
Em aproximadamente 10 minutos, PRF identifica mais de 100 m³ de madeira sendo transportada de maneira irregular, na cidade de Ariquemes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Ariquemes, na madrugada de quinta-feira (16), durante atividade de fiscalização ambiental na BR 364, próximo ao km 519, em aproximadamente 10 minutos, identificou dois carregamentos de madeira sendo transportados de modo contrário à legislação vigente.

A primeira apreensão, que ocorreu por volta das 02h50 minutos, a equipe policial identificou um motorista transportando em seu caminhão aproximadamente 42,73 m³ de madeira, de forma irregular conforme a legislação ambiental.

Já na segunda ocorrência, por volta das 03h00 – 10 minutos após a primeira – a equipe, atenta a movimentação de pista, observou outro caminhão com carregamento de madeira. Ao realizar abordagem, o motorista apresentou documentação com volumetria e carga divergentes, o que despertou ainda mais o interesse dos policiais que, aprofundando na fiscalização, descobriram que no transporte haviam ASTRONIUN ULEI (MARACATIARA) e APULEIA LEIOCARPA (GARAPEIRA) – madeiras cuja exploração é proibida por lei (art. 29 do Decreto nº 5.975/2006).

Todo o material florestal retido em ambas as ocorrências será destinado à inspeção dos órgãos ambientais e da justiça para posterior destinação. O primeiro condutor assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência e foi liberado. Já o segundo, foi encaminhado à UNISP para, a critério da Autoridade Policial, prestar esclarecimentos.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook