Ex-prefeito Zé Rover tem casa invadida e filho assassinado; atirador foi preso, comparsa fugiu 

Luis Eduardo Silva Rover foi socorrido pelo próprio pai ao pronto socorro do Hospital Regional, mas não resistiu aos disparos.

Rogério Perucci/do Sul 
Publicada em 26 de agosto de 2017 às 07:21
Ex-prefeito Zé Rover tem casa invadida e filho assassinado; atirador foi preso, comparsa fugiu 

Lucas usou uma pistola .380 que foi apreendida com ele. O cúmplice conseguiu fugir.      

 Vilhena, Rondônia - Na noite desta sexta-feira, 25, dois homens invadiram a casa do ex-prefeito de Vilhena, José Rover e assassinaram o filho dele, Luis Eduardo Silva Rover, de 22 anos, na garagem da casa.

Segundo informações de testemunhas, o jovem, que recebia alguns amigos em casa, teria saído para comprar cerveja e ao retornar e entrar na residência com o veículo, por volta das 23h45, os dois homens se aproveitaram do portão aberto para invadir o imóvel.

Não se sabe ao certo o que ocorreu a partir da daí, fato é que disparos foram efetuados e acertaram Luis Rover. O jovem foi socorrido pelo próprio pai ao pronto socorro do Hospital Regional, mas não resistiu.

O atirador foi preso no local do crime pelo vereador e ex-policial militar Carlos Suchi, vizinho de Rover. Ele contou que assistia televisão quando ouviu os disparos e os gritos e saiu para averiguar se deparando com o cenário de tragédia.

Segundo um policial ouvido pela reportagem, o atirador, Lucas Rodrigues Ramos, de 22 anos, teria dito que veio da cidade de Tangará da Serra (MT) e que está em Vilhena há apenas três dias. Ele também teria dito que a intenção era de assaltar.

Lucas usou uma pistola .380 que foi apreendida com ele. O cúmplice conseguiu fugir.         

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    marcos britto 26/08/2017

    A verdade é que temos que parar de hipocrisia,o jovem tinha apenas 22 anos, e os monstros tinham,nem preciso saber,vamos parar de hipocrisia,na época do MESTRE JESUS, tudo era diferente,vamos nós da TERRA,criar LEIS da seleção natural, pena de morte já e prisão perpétua, pois o jovem assassinado não teve nem o direito de dizer: Não me mate. ,ainda não é hora de eu partir, deixe-me viver, vamos lembrar que os que fazem a LEI, vivem com seguranças armados, independente de ser amados ou não, BRASIL mostra tua CARA...um país de políticos covardes, corruptos, JESUS hoje eu entendo o teu choro, o CÁLICE continua pesado, tá na hora de voltar, grande MESTRE,Barrabás continua fazendo a festa...!

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook