Geraldo da Rondônia critica aumento de energia e fala de crise no comércio

Parlamentar afirmou estar preocupado com a quantidade de comércios fechando portas

Isabela Gomes | Foto: Gilmar de Jesus
Publicada em 12 de dezembro de 2018 às 14:59
Geraldo da Rondônia critica aumento de energia e fala de crise no comércio

O deputado Geraldo da Rondônia (PSC) usou a tribuna, em sessão parlamentar na manhã desta quarta-feira (12), para tecer críticas quanto ao aumento na taxação da energia elétrica em Rondônia e falar sobre sua preocupação em relação à crise nos comércios que tem atingido o Estado.

“25% de aumento de energia quando não temos energia de qualidade. Muitos distritos em Rondônia que às 22 horas a energia é desligada, porque é a motor”, frisou o deputado.

Geraldo salientou que o Estado tem uma bacia hidrográfica com as maiores hidrelétricas do país, porém com uma das energias mais caras. “Nosso povo é rico sim, pois é trabalhador e honesto e esse Estado tem ido muito bem graças à população, mas não podemos descuidar”.

O parlamentar chamou a atenção das associações de indústria e comércio de Rondônia para a crise que vem atingindo o Vale do Jamari, principalmente. “Portas e mais portas sendo fechadas e a oferta de pontos comerciais aumentou muito”, alertou.

O deputado Geraldo ressaltou que, na tentativa de melhorar as vendas no fim do ano, a maioria dos comerciantes opta por realizar bingos e sorteios, quando o certo é a articulação entre os sindicatos e demais órgãos representantes junto ao governo do Estado e a Casa de Leis. “Não adianta tapar o sol com a peneira. Nós temos que cobrar posição e realizar uma estratégia, juntando todos para que haja uma melhora, aumentando consequentemente a geração de empregos”, concluiu.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Chico Bento 13/12/2018

    Puro cinismo. Ninguém sugeriu algo contrário quanto a privatização, agora fica fazendo discurso vazio para ENGANAR o cidadão eleitor. Energia elétrica é serviço essencial, assim como a água. A CAERD está morta e estes "defensores" do povo de Rondônia não fazem nada, o futuro dela também será a iniciativa privada com tarifas escorchantes, aí virão os políticos de novo com os discursos enganosos para mais uma vez ludibriar o povão. Simples assim.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook