Internos da Fease recebem atendimento psicológico; medida contribui para processo socioeducativo

A ação ocorre na Unidade de Internação Masculina e Provisória de Porto Velho (Uimp), proporcionando aos jovens um espaço de diálogos sobre o presente e as perspectivas do futuro

Jackson Vicente Fotos: Daiane Mendonça e arquivos da UIMP Secom - Governo de Rondônia
Publicada em 09 de junho de 2021 às 16:32
Internos da Fease recebem atendimento psicológico; medida contribui para processo socioeducativo

Além dos reeducandos, o atendimento psicológico também se estendem aos servidores estaduais lotados na unidade de internação provisória

A Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo de Rondônia (Fease), em parceria firmada por meio de um acordo de Cooperação Técnica com instituições de ensino superior de Porto Velho, tem realizado um trabalho humanitário de atendimento psicológico voltado a adolescentes do sistema socioeducativo. A ação ocorre na Unidade de Internação Masculina e Provisória de Porto Velho (Uimp), proporcionando aos jovens um espaço de diálogos sobre o presente e as perspectivas do futuro.

O acordo possibilitou que acadêmicos do último período do curso de Psicologia possam desenvolver estágio na unidade de internação. As atividades começaram em outubro de 2020, ocorrendo semanalmente no formato de roda de conversa, seguindo todos os protocolos sanitários devido à pandemia do coronavírus. A proposta, além de oferecer experiências através de inciativas profissionais, auxilia na ressignificação e no processo formativo pessoal dos internados.

Neste ano, com uma reformulação da proposta, os socioeducandos passaram a receber atendimento de escuta na modalidade virtual em uma sala destinada à videoconferência, onde são atendidos individualmente. Em abril, os serviços psicológicos virtuais também foram estendidos aos servidores estaduais lotados na Uimp.

O acadêmico de Psicologia, Lucas Emanuel Costa de Souza Florêncio, destaca que o projeto tem sido importante para, simultaneamente, adquirir experiência profissional e colaborar com a Socioeducação. “Esse trabalho é um ganho para todos nós. Temos a oportunidade, digo isto em nome dos outros estagiários que estão comigo nesta ação, de estabelecer e desenvolver cada vez mais a prática do nosso curso, mostrando a atuação e intervenção no âmbito socioeducativo”.

Serviço proporciona aos jovens um espaço de diálogos sobre o presente e perspectivas do futuro

É por meio desta ação que a Fease viabiliza a chamada Socioeducação, principal foco de trabalho do órgão, proporcionando mudanças de comportamentos, atitudes e autoconhecimento durante um período sistemático, para que o adolescente não volte a cometer atos de infração na sociedade. Com a prática da Psicologia, é oferecido a estes jovens um espaço de fala, para que os mesmos possam regressar de forma consciente tanto a convívios familiares quanto aos vínculos sociais.

O presidente da Fundação, Antônio Francisco Gomes Silva, afirma que o projeto está alinhado com as políticas estabelecidas pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), permitindo a inclusão do apoio de outras instituições à medida socioeducativa. “Esta iniciativa traz um significado relevante, pois vemos no dia a dia a melhora com o atendimento dos envolvidos neste processo. Considerando que tanto a direção, quanto a equipe técnica e os agentes de segurança socieducadores da Uimp, vêm se destacando com as inovações e cumprindo o que a legislação diz sobre a medida”, declara.

O diretor da Unidade, Wellington Teles Ribeiro, enfatiza que o processo de escuta aplicado aos internos e aos servidores estaduais, contribui amplamente no comportamento dos jovens, tendo em vista as limitações oriundas do isolamento social. “Muitos destes adolescentes ficam em uma ociosidade constante e o procedimento oferecido permite que eles possam externar seus anseios e seus dilemas para os acadêmicos. Em meio a esta prática, também temos a missão de cuidar dos nossos servidores e demais plantonistas, que compartilham seus pensamentos e situações de modo particular aos profissionais”.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook