Jurados condenam homem que tentou matar ao ser denunciado por som alto

O réu atacou Dionei de Souza com uma barra de ferro, enfurecido por ser denunciado por perturbação do sossego com som automotivo em alto volume

Assessoria de Comunicação Institucional
Publicada em 15 de fevereiro de 2020 às 10:52
Jurados condenam homem que tentou matar ao ser denunciado por som alto

A sociedade do Estado de Rondônia, representada por 5 homens e duas mulheres, condenou Willian da Silva de Paula pela prática do crime de tentativa de homicídio qualificado contra vítima Dionei de Souza Pereira. O julgamento foi presidido pelo juiz José Gonçalves da Silva Filho, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho.  Em razão da qualificadora que dificultou a defesa da vítima, a pena aplicada ao réu foi de 6 anos de reclusão.

O regime inicial será o fechado, devido ao réu ser reincidente. Porém, como o acusado já respondia ao processo em liberdade, ainda pode recorrer, e continuará solto até que se esgotem os recursos processuais (o trânsito em julgado).

O réu atacou Dionei de Souza com uma barra de ferro, enfurecido por ser denunciado por perturbação do sossego com som automotivo em alto volume. A vítima foi atingida na cabeça e só não foi a óbito por ter sido, imediatamente, socorrida por populares. Todavia, o réu, demonstrando arrependimento durante o julgamento, pediu perdão à vítima, que estava presente como testemunha. A defesa do acusado disse que vai ingressar com recurso por achar injusta a condenação.

O réu ingeria bebida alcoólica e ouvia música no dia do crime, na madrugada do dia 10 de setembro de 2016, na Rua Zona Franca, Bairro Conceição, em Porto Velho (Processo n. 0012932-27.2016.8.22.0501).

Durante o julgamento, representando o Ministério Público, atuou o promotor de Justiça Marcelo Lincon Guidio, e, na defesa, os advogados Giuliano de Toledo Viecili e Irinaldo Pena Ferreira. A sessão solene iniciou às 8 horas e terminou às 18h30, dessa quinta-feira, 13.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook