Marcos Rogério pede apuração ao TCU sobre omissão do Governo na aquisição da vacina contra a dengue

Na avaliação do senador Marcos Rogério, a situação poderia ter sido evitada se o governo tivesse agido com mais celeridade na compra da vacina Qdenga, do laboratório Takeda Pharma

Assessoria/Parlamentar
Publicada em 07 de fevereiro de 2024 às 17:14
Marcos Rogério pede apuração ao TCU sobre omissão do Governo na aquisição da vacina contra a dengue

O Brasil vive hoje um surto de dengue e pelo menos quatro estados, além do Distrito Federal, já decretaram situação de emergência. Em 24h, foram registrados pelo menos 20 mil novos casos de dengue. E o número de mortes registrou um crescimento de 140% em uma semana. 

Na avaliação do senador Marcos Rogério, a situação poderia ter sido evitada se o governo tivesse agido com mais celeridade na compra da vacina Qdenga, do laboratório Takeda Pharma. O imunizante foi aprovado pela Anvisa em março de 2023, mas só foi incorporado ao SUS no final do ano, o que teria atrasado o início das campanhas de vacinação.

“Contrariando os fatos, o Ministério da Saúde afirmou que a vacina contra a dengue produzida pelo laboratório japonês ainda precisava de análise e que ela poderia demorar até um ano para ser incorporada ao sistema público. Dessa forma, houve um atraso significativo no processo para adquirir o imunizante, com consequente demora na distribuição e início da campanha de imunização”, destacou o senador. 

A previsão era de que a imunização tivesse início em fevereiro deste ano, em uma parcela muito pequena da população: crianças e adolescentes, entre 10 e 14 anos. Mas, até o momento, a campanha ainda patina para sair do papel. 

Devido à demora na aquisição da vacina, a primeira remessa, com cerca de 757 mil doses, chegou ao Brasil somente no dia 20 de janeiro. Outras 568 mil doses estão previstas para chegar neste mês. 

O senador Marcos Rogério pediu apuração ao Tribunal de Contas da União sobre omissão do Governo Federal na aquisição e distribuição do imunizante. “Queremos saber o que houve. Se de fato teve omissão e quais as providências que serão adotadas a partir de então”, concluiu o senador.

Comentários

  • 1
    image
    Osmar 08/02/2024

    Era o que seu presidente teria que ter feito com a vacina da Covid-19, ou não Senador? Antes não tinha omissão e agora tem né? no governo passado foi negado vacina para a população e não vi nenhum comentário do senhor cobrando a vacina, ao contrário defendia de unhas e dentes o presidente.

  • 2
    image
    Gilson Soares 08/02/2024

    Os bolsonaristas fizeram e fazem campanhas contras as vacinas, inclusive induzindo a população a não se vacinarem, agora pousam de paladino a favor das vacinas. Definitivamente, no Brasil a arte da política não é levado a sério por muitos, especialmente pela extrema direita oportunista e predadora.

  • 3
    image
    josé Pinto 07/02/2024

    Certo, nobre senador. Apenas acho o sr um verdadeiro mestre na arte de enganar ingênuos. Quando o seu parceiro Bolsonaro estava no Governo, centenas de pessoas acometidas do COVID 19 morrendo por falta de vacina e não me recordo do sr. ter feito igual pedido ao TCU. Pelo contrário, quando da CPI do COVID, o Sr. estava lá, defendendo com toda ênfase o JAIR, recordo bem. Por essa e outras, nunca sufraguei seu nome para nenhum cargo eletivo. Por favor não me rotule de petista, por essa postagem. Apenas não gosto de políticos oportunistas.

  • 4
    image
    CARLSON LIMA 07/02/2024

    Apesar deste senador ter defendido com unhas e dentes o negacionismo de Bolsonaro em relação a compra da vacina contra a Covid 19 é necessário que o governo Lula compre vacinas para todos os públicos contra a Dengue. Se a oposição é responsável em seus pedidos como neste caso é uma ação importante e necessária para o Brasil se proteger da dengue.

Envie seu Comentário

 
Winz

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook