Marcos Rogério quer proteger consumidor da volatilidade no preço do combustível

Ele destacou que o brasileiro não suporta mais pagar tão caro pelo litro do diesel e da gasolina, o que acaba impactando toda a cadeia de consumo da população

Agência Senado/Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Publicada em 22 de junho de 2022 às 08:48
Marcos Rogério quer proteger consumidor da volatilidade no preço do combustível

O senador Marcos Rogério (PL-RO) anunciou ter apresentado um projeto de lei (PL 1.704/2022) que busca proteger os consumidores da volatilidade nos preços dos combustíveis. Ele destacou que o brasileiro não suporta mais pagar tão caro pelo litro do diesel e da gasolina, o que acaba impactando toda a cadeia de consumo da população.

Em pronunciamento ontem (21) em Plenário, o parlamentar disse que o seu projeto estabelece diretrizes para a política de emergência transitória de preços dos combustíveis fósseis.

— A primeira diretriz que nós estabelecemos neste projeto é a livre concorrência no longo prazo — é a regra atual, é como está hoje, mas isso estabelecido em lei —, a segunda diretriz é a defesa dos interesses dos consumidores no curto prazo, e a terceira diretriz é a redução dos efeitos da volatilidade no mercado interno de combustíveis fósseis — afirmou.

Marcos Rogério ressaltou que espera, com o projeto, contribuir para uma redução de preço em relação ao preço de paridade de importação. Ele reclamou que, hoje, toda vez que se vai falar da questão de combustíveis, coloca-se a culpa no preço internacional: “o dólar aumenta, o preço aumenta aqui; o dólar baixa lá, o preço não muda cá”.

De acordo com o senador, o projeto visa à redução do preço, afastando essa vinculação do preço de paridade de importação (PPI) em períodos excepcionais. Assim, ele atribui ao Poder Executivo a faculdade de publicar decretos, estabelecendo a duração da situação de emergência.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Kleiton Ayala 22/06/2022

    O Marquinhos Rogerito quer querosene barato para surfar pelos Andes, comprando produtos baratos...

  • 2
    image
    edgard feitosa 22/06/2022

    o mefistofélico senador fala javanês com desenvoltura de um sevandija; ora, tal qual um "Rolando Lero", diz que a "primeira diretriz é a livre concorrência, é a REGRA GERAL , é COMO ESTÁ HOJE"; chove no molhado; segunda diretriz é a defesa do consumidor no curto prazo; é o IMEDIATISMO POLITIQUEIRO, NADA SÓLIDO A LONGO PRAZO, ASSIM COMO BOSTANARO, QUER TUDO ATÉ 31/12/2022, DEPOIS O DILÚVIO.... finalmente arremata com sua mediocridade intelectual: " redução dos efeitos da volatilidade no mercado interno de combustíveis fósseis"; uma PÉROLA "VOLATILIDADE NO MERCADO INTERNO", digna do PERNÓSTICO senador; sabe o que está falando???? ora, o mundo "globalizado" hoje é um "MERCADO UNIFICADO", nenhuma economia é uma "ilha"; palavras.....palavras... nada de prático; mas com um bom currículo para suplantar o "original Rolando Lero".......

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook