Mosquini cobra compromisso do governo federal com a transposição

O Deputado comemorou a revogação do art. 33 da portaria n°8.382/2019, que impedia o processo de servidores

Assessoria
Publicada em 12 de fevereiro de 2020 às 16:54
Mosquini cobra compromisso do governo federal com a transposição

O deputado federal Lucio Mosquini, coordenador da bancada federal de Rondônia, participou nesta quarta-feira, 12 de fevereiro, de uma audiência provocada pela Bancada Federal, para tratar sobre a transposição dos servidores do ex-território de Rondônia.

A audiência aconteceu no Ministério da Economia e contou com a presença do Secretário Especial Adjunto do Ministério da Economia, Gleisson Rubin, o Secretário de Gestão de Pessoas, Wagner Lenhart, o Consultor Jurídico do Ministério da Economia, Fabiano de Figueiredo Araújo, o presidente da Comissão Especial dos ex-territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima – CEEXT, Jamison França, o deputado estadual Chiquinho da Emater representando a ALE de Rondônia e a bancada federal.

Mosquini explicou que foram debatidos questões referentes ao enquadramento de aposentados e pensionistas e revogação ou anulação do artigo 33, da Portaria 8.382, de 31 de outubro de 2019.

O Deputado comemorou o resultado positivo da reunião e anunciou que o Ministério da Economia decidiu por revogar o art. 33 da portaria n°8.382/2019.

Este artigo impedia o processo administrativo da transposição dos servidores, caso os envolvidos tivessem ação judicial transitando.

“A revogação significa dizer que todos servidores do ex-território, que se enquadrarem dentro dos requisitos estabelecidos, migrarão para o quadro da União”, disse Mosquini.

A estimativa é que na próxima semana, essa revogação aconteça, explicou o secretário especial Gleisson Rubin, a revogação deve ser feita já na próxima semana.

“Conquistamos hoje um grande avanço, foi um trabalho de toda a bancada federal, que tem lutado incansavelmente para que a transposição possa se tornar realidade”, finalizou o deputado federal Lucio Mosquini.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    José de Arimatéia 13/02/2020

    KKKKKK, se eu fosse esses servidores esperavam pela outra gestão, se não for do a do Bozo, se for repetida a imbecilidade de votarem nele......porque se depender do mesmo, ele não quer despesas , nem concurso ele que fazer , por isso que os pobrezinhos que dependem do INSS só vão se atendidos ano que vem. kkkkkk

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook