Namorado teria desferido facadas que mataram adolescente em Cerejeiras; delegados vão falar 

Entrevista coletiva para dar detalhes do crime acontece ao meio-dia .

Folha do Sul 
Publicada em 26 de abril de 2017 às 12:01

Embora a confirmação do fato e revelação dos detalhes ainda não tenham sido feitas, o FOLHA DO SUL ON LINE tem informações consistentes sobre a autoria dos golpes de faca que mataram a estudante Jéssica Moreira Hernandes, 17 anos, cujo corpo foi encontrado na segunda-feira, 24, desencadeando manifestações de revolta em Cerejeiras.

De acordo com as informações obtidas pelo site, o servidor da Ciretran em Cerejeiras, Ismael Silva, 30, teria golpeado a vítima. Ainda não se sabe qual a motivação do ataque. Também não ficou clara, ainda, a participação no homicídio do Casal Diego e Idi Parente, que também tiveram as prisões pedidas pela Polícia Civil. Ele é primo de Ismael e ela trabalha como vendedora de uma loja de eletrodomésticos na cidade.

Todos os detalhes de como aconteceu o seqüestro e a execução da garota serão revelados daqui a pouco, em entrevista coletiva de delegados e policiais civis que atuaram no caso. O evento está marcado para o meio-dia.

O QUE DIZ A FAMÍLIA

O site ligou para uma irmã de Ismael, que disse não ter sido informada sobre a confissão dele. A mulher garantiu que não viu nenhuma mudança no comportamento do suspeito a partir do sumiço da namorada.

Foto: Arquivo pessoal/Facebook 

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook