Patrulhas Reforço do 7° BPM evitam roubo na área rural e apreendem armas de fogo

A primeira viatura ao entrar a Linha C-65 deparou-se com o veículo informado, rapidamente a viatura foi manobrada para que a abordagem fosse efetuada, foram acionados os sinais luminosos e sonoros, e logo que se aproximou a outra viatura, o veículo parou, e feita à verbalização para que os ocupantes saíssem do veículo.

Fonte: PM - RO
Publicada em 06 de fevereiro de 2018 às 14:51
Patrulhas Reforço do 7° BPM evitam roubo na área rural e apreendem armas de fogo

Fotos: PM Ariquemes

Na noite deste sábado (03/02) policiais militares das duas Patrulhas Reforço do 7° BPM foram acionados para realizar uma abordagem na estrada do Travessão B40 esquina com linha B65, área rural de Ariquemes, pois segundo moradores da região um veículo Chevrolet Classic de cor cinza com alguns homens estava transitando de forma suspeita pela linha e ficou do entardecer à noite parado próximo a uma propriedade, situação que amedrontou os moradores e decidiram acionar a Polícia Militar.

A primeira viatura ao entrar a Linha C-65 deparou-se com o veículo informado, rapidamente a viatura foi manobrada para que a abordagem fosse efetuada, foram acionados os sinais luminosos e sonoros, e logo que se aproximou a outra viatura, o veículo parou, e feita à verbalização para que os ocupantes saíssem do veículo.

Primeiro saiu apenas um ocupante, o segundo demorou um pouco e demonstrou-se agitado e inquieto, e o condutor do veículo não saiu. Os ocupantes que saíram do veículo se aproximaram um do outro e em ato quase que simultâneo levaram as mãos a cintura, cada um sacou de uma arma e efetuaram disparos contra os policiais, momento em que estes se abrigaram atrás da viatura e revidaram a injusta agressão.

Quando a situação já não apresentava mais perigo, os policiais aproximaram-se do veículo e perceberam que o condutor Emerson F. L. (25 anos) ainda estava no veículo, e que os dois rapazes foram avejados. O local do ocorrido é longe e visando preservar as vidas foi prestado socorro rápido a eles, a viatura ao entrar na cidade encontrou a ambulância do Samu e transferiu os rapazes para ambulância, porém a equipe do Samu.

O condutor do carro abordado informou ser taxista na cidade de Guajará-Mirim e que estava visitando sua família em Ariquemes, quando Alan e Ezio chegaram dizendo que precisavam ir ao um sítio e se Emerson poderia fazer a corrida. Então, foi acertado o valor e o taxista levou a dupla pelo Travessão B 40, e ao passar pela Guarnição Emerson disse que os passageiros pediram para que ele empreendessem fuga, porque eles estavam armados, porém Emerson negou a solicitação e parou o veículo, pois alegou que não devia nada e que tinha família.

Emerson alegou ainda que ouviu quando os policiais pediram para os ocupantes saírem do veículo e ele decidiu não obedecer à ordem, pois ficou com medo, pois segundo o condutor os passageiros falaram dentro do carro que iriam disparar contra os policiais. Na revista minuciosa nas proximidades a Guarnição encontrou outro revólver em baixo do carro na direção das portas traseiras, este que foi recolhido pela perícia.

As armas encontradas junto aos autores dos disparos foram dois revólveres de calibre 38, um estava com quatro munições deflagradas, uma munição “picotada” e uma munição intacta, e o outro com três munições deflagradas, uma munição “picotada” e uma munição intacta.

De acordo com os policiais Alan possuía inúmeras passagens pela polícia, inclusive de roubos na zona rural e estava foragido do sistema penal com mandados de prisão.

Fonte: P3926/2018 - OP 22304/2018 –1ª DPC / Ariquemes

Texto: Comunicação 7° BPM - Soldado PM Dos Anjos

Jornalista Lenilson Guedes

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook