Polícia investiga denúncia de corrupção em presídio de Rondônia

A justiça os afastou por 45 dias e a Secretaria de Justiça de Rondônia exonerou o diretor geral e o diretor de segurança do Centro de Ressocialização

Tudorondonia/Foto: reprodução TV Rondônia
Publicada em 23 de julho de 2021 às 11:38
Polícia investiga denúncia de corrupção em presídio de Rondônia

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar denúncia de suposta corrupção envolvendo dois policiais penais, que teriam favorecido  detentos do Centro Regional de Ressocialização Augusto Simon Kempe, no município de Jaru, interior de Rondônia.

A justiça os afastou por 45 dias e a Secretaria de Justiça de Rondônia exonerou o diretor geral e o diretor de segurança do Centro de Ressocialização. O nome dos suspeitos não foi divulgado porque a investigação ocorre em sigilo.

Segundo a denúncia, os suspeitos teriam favorecido detentos concedendo-lhes regalias como trânsito livre dentro do centro, cômodos mais acessíveis, visitas fora do dia e até acesso a aparelhos eletrônicos. 

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook