Rondônia alerta produtores para vacinação contra brucelose

Como a brucelose pode ser transmitida aos seres humanos, a vacina só pode ser aplicada por médicos veterinários e auxiliares de médicos veterinários devidamente habilitados.

Juliana Cézar Nunes - repórter da Rádio Nacional
Publicada em 14 de março de 2019 às 12:14
Rondônia alerta produtores para vacinação contra brucelose

A Agência de Defesa Sanitária de Rondônia faz uma chamada aos produtores rurais para que vacinem os rebanhos contra a brucelose. A doença causada por uma bactéria, não tem cura; e a única forma de evitá-la é por meio da vacinação.

O esquema vacinal foi alterado este ano. Antes, as bezerras fêmeas entre 3 a 8 meses de idade só podiam ser vacinadas com a vacina tipo B19. Agora, o produtor pode escolher qual vacina o rebanho deve tomar, entre os tipos B19 e RB51, considerada por alguns especialistas mais eficiente.

Como a brucelose pode ser transmitida aos seres humanos, a vacina só pode ser aplicada por médicos veterinários e auxiliares de médicos veterinários devidamente habilitados. Os animais contaminados por brucelose têm severa perda de peso e fraqueza. A doença também reduz a produção de leite e o número de bezerros nascidos vivos.

Em Rondônia, cerca de 5% do rebanho ainda é acometido pela brucelose. O índice de fêmeas vacinadas já chega a 90%.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook