Se não aparecer um “out-side” , ninguém tem mais chance que Expedito

Um passarinho me contou, ontem, que a ex-presidente da Câmara Municipal e ex-deputada Ellen Ruth, está surtando na cadeia.

Gessi Taborda
Publicada em 23 de abril de 2017 às 16:12

[email protected]

FILOSOFANDO

“Nada mais cretino e mais cretinizante do que a paixão política. É única paixão sem grandeza, a única que é capaz de imbecilizar o homem.” NELSON RODRIGUES (1912/1980), teatrólogo, jornalista, folhetinista, romancista e cronistas de futebol e de costumes. Nelson chegou a apoiar o Regime Militar, elogiando entusiasticamente o general Emílio Garrastazu Médici. Revisou seu posicionamento após a prisão e a tortura de seu filho nos porões da ditadura. Após isso, Nelson Rodrigues militou pela anistia aos presos políticos.

ELLEN RUTH SURTANDO

Um passarinho me contou, ontem, que a ex-presidente da Câmara Municipal e ex-deputada Ellen Ruth, está surtando na cadeia. Presa  por sua destacada  participação na quadrilha comandada por Carlão de Oliveira (ainda foragido), responsável pelo desvio de milhões de reais na Assembleia, Ruth chora muito em seu novo endereço.

Dizem que a moça (de boa família) nem quis aproveitar a hora de sol, interrompendo sua performance de choro, que vem irritando as outras presas. O mesmo passarinho me contou que a outrora poderosa política está ansiosa para negociar uma delação contra todos os personagens da corrupção com quem conviveu, se isso der chances de uma prisão domiciliar. Se abrir o bico, Ellen Ruth pode complicar a vida de ex-auxiliares e companheiros de quadrilha.

SITUAÇÃO REAL

Com tudo o que anda acontecendo, quem pretende jogar na bolsa de aposta deve raciocinar que dificilmente, no PMDB, Maurão de Carvalho conseguirá a indicação para disputar o governo. Valdir Raupp também não tem chances. Aliás, depois das delações da Odebrecht talvez não consiga nem mesmo se reeleger senador.

Cassol tem apanhado menos do que Raupp, mas a sova levada nessas delações da empreiteira também faz dele um político desgastado, com dificuldades para continuar na vida pública e – quem sabe – até continuar livre do cumprimento de sentença de prisão que recebeu no Judiciário.

REJEIÇÃO

Depois tem outro nome também atingido por tirambaços nesse tsunami de denúncias. O senador Acir Gurgacz é o nome mais certo do PDT para a disputa (ele tem o domínio do diretório do partido), mas nem por isso escapa do enorme risco da rejeição de seu nome pelo eleitorado, especialmente pelas acusações de sonegação feitas por Ivo Cassol.

OUT-SIDE

Se não surgir um “out-side” para a disputa, o nome com mais chance de ser o grande puxador de votos em 2018 será mesmo o de Expedito Júnior. Depois de longo período fora das disputas eleitorais, o ex-senador volta reciclado e com a ficha completamente limpa.

BOMBEIROS

Diante das gravíssimas denúncias de envolvimento de políticos e agentes públicos rondonienses com o dissoluto e antiético sistema da governança do estado e de sua representação política, tem surgido aqui e alhures aqueles “bombeiros” que pedem à sociedade que olhe com menos atenção e interesse o quadro de escândalos e desvios de dinheiro público que permeia a representação popular os dirigentes públicos do estado.

SEM PACTO

São os personagens de sempre que operam com o método de manter a sujeira debaixo do tapete.

Uma indecência, uma desfaçatez sugerir isso. Não pode haver pacto com aqueles que roubaram o dinheiro público, especialmente quando estavam investidos em cargos de representação popular ou dirigindo instituições responsáveis pela vigilância da aplicação ética, pela preservação dos recursos públicos.

RECUO

Não é possível aceitar nem a menor sugestão de recuo em nome da “governabilidade” das apurações de roubos e desvios praticados por agentes públicos, causadores de grandes sofrimentos à população, que prosseguem com sua vidinha (alguns ainda gozando das benesses em cargos de indicação política) sem qualquer punição, sem sofrer a menor consequência pelos seus atos.

GATUNOS

Diante dos escândalos que recentemente voltaram ao noticiário, como o rombo (de bilhões) no Iperon torna-se inaceitável a falta de ação dos órgãos de controle externo em aprofundar investigações sem arrefecimento, para responsabilizar os responsáveis por um prejuízo dessa monta à sociedade estadual. O mesmo vale para o Ipam onde também a coisa não é nada boa. Os gatunos não podem escapar.

CASOS MENORES

Há também uma infinidade de casos menores esperando mais empenho dos órgãos da Justiça e dos MPs de ações de combate, em toda a sua inteireza, dessas maracutaias contribuindo para a depuração do quadro político.

Não é possível acreditar que seja muito difícil levar à punição aqueles que no passado muito recente foram envolvidos no grande conto do vigário amplamente perceptível na destinação do transporte coletivo urbano de Porto Velho, com a conversa fiada de “necessidade emergencial”. Certamente não há outra opção possível senão desvendar quem lucrou (e muito) com o sofrimento da população explorada por esse serviço frajola.

POUCA DISPOSIÇÃO

Porto Velho é pródiga em exemplos de como essa “trégua” indevida de quem tem obrigação de apurar maracutaias com os praticantes da malandragem é prejudicial para a população. Os exemplos estão nas obras paradas existentes por onde se deita o olhar, e não só âmbito do município, mas também do Estado, como é o caso gritante do famigerado “Espaço Alternativo”.

Etapas anteriores de combates às muitas maracutaias (como é o caso, por exemplo, do superfaturamento de obras na Vieira Caula, avenida que até hoje expõe claramente a irresponsabilidade do poder público) ficaram pelo meio do caminho.

ESPERANDO VER

Em todos os segmentos essa realidade maldita surge aos borbotões, como educação, saúde etc. Ou alguém desconhece que nunca se responsabilizou e puniu ninguém pela deterioração de anos da tal Escola Padrão, dos “Parques” (rárárárárá) da cidade. Queremos ver Ministério Público (estadual ou federal) demonstrando disposição de ir além dos políticos, investigando com rigor tudo claramente demonstre ralo de escoamento do suor dos contribuintes.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    DELEGADO FIGUEIREDO 23/04/2017

    É TABORDA PARECE QUE ALÉM DE MIM VOCÊ TEM MAIS MEIA DUZIA DE GATOS PINGADOS COMO LEITORES, O QUE JÁ MUITO FRENTE A OUTROS COLUNISTAS QUE NINGUÉM SEQUER ABRE O SITE. SOBRE ESTA COLUNA GOSTARIA QUE ME TIRASSE UMA DÚVIDA SE O IPERON TEM UM ROMBO DE MILHÕES DE ONDE O GOVERNADOR QUE TIRAR DINHEIRO PARA FAZER EMPRÉSTIMO CONSIGNADO AOS BARNABÉS ??

  • 2
    image
    DOMINGOS SÁVIO FARIAS 23/04/2017

    Tai, o dizer, compra de votos, isto não e ser espertalhão, ou o que e então, tem vários partidos com vários candidatos, o que o eleitor tem que observar e que raposa velha não da mais para acreditar, pois estas estão em voltas de comparsas que querem permanecer mamando o que e do povo, temos que dar lugar para raposa nova, se esta vacilar no que diz a verdade e a honra do eleitor, todo povo irá invadir a assembleia o congresso o senado, e dar um chute na bumba de politico mentiroso e corrupto para sempre. isto e sua extinção da politica, pois o povo Brasileiro não e trouxa e nem palhaço, não existem só PSDB, PMDB, PT, PP, PDT, dizer quem roubou foi só fulano isto não e verdade, todo sistema politico do Brasil esta envolvido em caixa 2 e corrupção. então todos tem que ser extinto da politica, e caixa 2 também, Ainda mais verbas publicas para partidos, o dinheiro do povo e sagrado. partido que quiser existir que se sustente com seus filiados, é outras mais, para limpar o Brasil desse famigerado sistema politico atual.

  • 3
    image
    ATILIO 23/04/2017

    Colocar expedito como Gov. em Rondonia seria andar para traz , quando se fala de honestidade.

  • 4
    image
    aleks 23/04/2017

    discordo de sua analise o senhor expedito junior é um ex senador cassado por compra de votos com toda essa mudança que esta ocorrendo no pais acho que teremos um governador com passado limpo tal como foi a eleição de porto velho que elegeu o Hildon chaves....

  • 5
    image
    José Antonio de Souza 23/04/2017

    Expedito favorito ??? Agora o Taborda surtou de vez... Expedito é o típico político que sempre mamou nas tetas do poder. Quando cassado por corrupção, passou a ganhar fortunas com o fornecimento de vigilantes ao governo, com preços superfaturados. Taborda!  Tome tento !  Acorde !  Larga de ser baba-tucano !

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook