Simpatizante de Bolsonaro, vilhenense que estreou nas urnas ofende nordestinos e líder comunitário rebate

A região Nordeste, que votou em peso no petista, foi decisiva para que “o mito” não vencesse a disputa no primeiro turno.

Texto: Extra de Rondônia Foto: Divulgação
Publicada em 10 de October de 2018 às 11:59
Simpatizante de Bolsonaro, vilhenense que estreou nas urnas ofende nordestinos e líder comunitário rebate

Haddad vence em várias cidades do Nordeste

Um áudio espalhado nesta terça-feira, 09, com declarações ofensivas contra nordestinos viralizou em grupos de whatsapp no município de Vilhena.

O autor, o ativista político Fabiano Coelho, mais conhecido como Adriano Vilhenense, divulgou o áudio dois dias após as eleições que levaram ao segundo turno os candidatos à presidência Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

A região Nordeste, que votou em peso no petista, foi decisiva para que “o mito” não vencesse a disputa no primeiro turno.

Adriano, que é filiado ao Patriotas, mas é simpatizante de Bolsonaro em Vilhena, ameaçou agredir as pessoas dessa região.

“Rapaz, na hora que passar um nordestino vendendo rede aqui em Vilhena vou quebrar, pegar no pau essas p…Quer votar no Lula? Então fica lá no nordeste. Vão cercar aquilo lá, menino. Fiquem todos lá, os votador do Lula, pelo amor de Deus, que em Vilhena é todo mundo Bolsonaro”, disse.

Em Vilhena, Bolsonaro obteve o maior percentual de votos: 73,59%, o que representa 32.982 votos. Já o petista conseguiu 12,21%, o que representa 5.473 votos. Relembre AQUI

Compartilhado nas redes sociais, as declarações foram logo questionadas. O líder comunitário Ivan Bezerra de França, popularmente conhecido como “Ceará da Assossete” rebateu e,  também em áudio, pediu à polícia para que investigue Adriano. “Vamos pedir à polícia civil, federal e Senfin, faça uma visita ao comércio de produtos importados e vejam se ele usa nota fiscal”, afirmou.

FOI BRINCADEIRA

Ouvido pelo Extra de Rondônia, Adriano explicou: “A maioria dos que moram lá estão na miséria. E quem deixou assim foi o PT. Mas o áudio não fala nada demais, não é revolta. Até porque minha esposa é descendente de nordestino. E eu também tenho um pouco de nordestino. Mas só foi um comentário pra brincar”, esclareceu.

BOM NAS URNAS

A repercussão do áudio aconteceu em decorrência da votação de Adriano na sua estreia nas urnas. Como candidato a deputado estadual, ele obteve 1.058 votos, o que o credencia a brigar por uma cadeira na Câmara de Vilhena nas eleições de 2020.

Desempenho dos candidatos nas cidades brasileiras