UNOPS, MPT e TRT entregam mais 10 ventiladores pulmonares para hospitais em Rondônia

Equipamentos podem salvar vidas nos casos de COVID-19

Secom/TRT14
Publicada em 03 de julho de 2020 às 14:08
UNOPS, MPT e TRT entregam mais 10 ventiladores pulmonares para hospitais em Rondônia

Mais 10 ventiladores pulmonares foram entregues em Porto Velho, na quarta-feira, 01, e serão destinados a hospitais do estado.  A compra foi realizada pelo UNOPS, organismo das Nações Unidas especializado em infraestrutura, compras e gestão de projetos com recursos da conversão de multas destinadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Rondônia e Acre e aplicadas pela Justiça do Trabalho. Esta entrega se soma a outros 25 equipamentos entregues no dia 18 deste mês.

A entrega em Porto Velho (RO) foi realizada pelo Ministério da Saúde que buscou os equipamentos na cidade de São Paulo. Eles foram importados da China e são certificados pela Anvisa. Os equipamentos são utilizados por pacientes graves infectados pela COVID-19.  

"Mais uma vez a Justiça do Trabalho, em conjunto com o MPT e o UNOPS, contribui diretamente para o enfrentamento desta pandemia e na plena efetivação dos direitos fundamentais sociais de nossos cidadãos", ressaltou o do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC), desembargador Osmar J. Barneze.

“É gratificante que mais uma vez nosso trabalhar possa contribuir para salvar as vidas de pessoas em Rondônia” comentou a representante do UNOPS no Brasil, Claudia Valenzuela, sobre a entrega dos ventiladores. Ela explicou ainda que o atual contexto de pandemia torna a compra de equipamentos assim ainda mais complexa. “Entretanto, o UNOPS vem utilizando sua capacidade de compras e junto com o MPT vem tendo resultados positivos na resposta à COVID-19 no país”, finalizou a representante.

“Com a chegada desses 10 aparelhos finalizamos a entrega de 35 ventiladores ao Estado de Rondônia, que serão destinados tanto à capital quanto ao interior, e que certamente farão a diferença no enfrentamento a pandemia da COVID-19”, ressaltou a procuradora-Chefe do MPT em Rondônia e Acre, Camilla Holanda Mendes da Rocha.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook