Votar sem ilusões

É ingenuidade esperar que os adversários de hoje se mantenham firmes em suas convicções.

Valdemir Caldas
Publicada em 26 de outubro de 2018 às 08:37
Votar sem ilusões

(*) Valdemir Caldas

Encerrou mais uma campanha eleitoral para o governo de Rondônia.  Quinta feira (25) aconteceu o último debate pela TV entre os candidatos Expedito Júnior (PSDB) e coronel Marcos Rocha (PSL). Durante os últimos dias os postulantes intensificaram o corpo a corpo, indo ao encontro do eleitor, olhando diretamente no olho de cada um, apresentando suas propostas e dizendo a que vieram.

Agora, cabe a você a palavra final, no próximo domingo, dia 28 de outubro. Manda a prudência e aconselha a história, recente ou não, bastante reserva quanto à opção dos próprios candidatos. É ingenuidade esperar que os adversários de hoje se mantenham firmes em suas convicções.

Primeiro, porque não são exatamente convicções as responsáveis pela presença desse ou daquele político numa ou noutra sigla, por mais paradoxal que sejam seus programas. Depois, porque as conveniências e os interesses pessoas têm papel preponderante sobre os legítimos interesses da sociedade, como a história nos tem revelado.

Deve-se reconhecer, contudo, a enorme diferença que há entre o presente e o passado não muito distante, quando alguns candidatos se sentiam à vontade para mandar e desmandar. A Justiça Eleitoral resolveu apertar o cerco aos espertinhos.

Ninguém pode dizer que não conhece a biografia dos candidatos. Todos tiveram a oportunidade de conferir quem é mentiroso, quem pretende fazer-se passar por pessoa séria, quem já gozou das delícias do poder e tem o péssimo costume de prometer o que sabe que não vai cumprir. Agora, quer vestir o manto de arauto de uma nova ordem que jamais abraçou tampouco defendeu.

Acorramos, pois, às urnas, se Deus quiser, certos de que a eleição do próximo domingo (28) não será a última, nem o eleito tem varinha de condão para fazer-nos felizes, como que num passe de mágica, por mais que os dois candidatos tenham prometido fazer de Rondônia o melhor lugar do mundo para se viver, quando a maioria da população sabe que isso não passa de ilusão.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook