Após denunciar 'sumiço' amigos encontram marceneiro de 61 anos morto dentro de casa

Cadáver só foi encontrado após caso ser denunciado na polícia

Da redação/Folha do Sul
Publicada em 05 de novembro de 2019 às 12:55
Após denunciar 'sumiço' amigos encontram marceneiro de 61 anos morto dentro de casa

Na manhã de ontem, acompanhados de um policial civil, amigos do marceneiro Luiz Freitas, 61 anos, arrombaram a casa onde ele vivia sozinho, no bairro Jardim Eldorado, e o encontraram morto. O idoso havia passado por um tratamento de próstata no Hospital Regional, e deixou a unidade usando uma bolsa de colostomia.
 
De acordo com um dos amigos do marceneiro, entrevistado pelo FOLHA DO SUL ON LINE, desde a sexta-feira ele não era visto. “A gente estranhou, porque não o encontrou em nenhum dos lugares que ele costumava freqüentar”, disse o entrevistado.
 
Segundo o amigo, no domingo, 03, já imaginando que Luiz pudesse estar morto dentro da residência, já que enfrentava vários problemas de saúde, procurou os Bombeiros, mas a corporação alegou que não poderia arrombar a casa sem permissão legal.
 
Ontem, quando o corpo do marceneiro foi encontrado, já começava a entrar em decomposição. Ele só foi achado após o amigo levar o caso à polícia. “Os filhos, que moram em Araras, no interior de São Paulo, quiseram levá-lo para lá, mas ele não quis ir e preferiu continuar vivendo sozinho”, revelou o amigo, lamentando a perda do companheiro de pescarias.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook