Bancada Federal de Rondônia joga duro e exirge mais vacinas do Ministro da Saúde

O deputado federal Lucio Mosquini ressaltou que a recomposição do número de doses de vacinas para Rondônia deverá ser feito imediatamente

Assessoria
Publicada em 05 de abril de 2021 às 22:34
Bancada Federal de Rondônia joga duro e exirge mais vacinas do Ministro da Saúde

A Bancada Federal de Rondônia se reuniu na tarde desta segunda-feira, 05 de abril, com o Ministro da saúde Marcelo Queiroga, para cobrar do ministério o envio de mais vacinas para Rondônia.

A reunião contou com a presença dos deputados federais Lucio Mosquini, Léo Morais, Expedito Netto, Mariana Carvalho, Jaqueline Cassol, Silvia Cristina, Dr. Mauro Nazif, Coronel Chrisóstomo, e também os três senadores de Rondônia, Confúcio Moura, Marcos Rogério e Acir Gurgacz.

Em um posicionamento duro, o coordenador da Bancada Federal, Deputado Federal Lucio Mosquini junto com os demais parlamentares fizeram duras cobranças ao Ministro da Saúde, sobre o envio de doses de vacinas do grupo prioritário considerando que hoje Rondônia está em defasagem.

O Coordenador da Bancada informou que Rondônia possui 617.700 pessoas que são do grupo prioritário, e só recebeu até o último dia 30/03, apenas 213.800 doses, ou seja cerca de 35% de tudo que deveria receber.

Quando comparado com os outros estados do Brasil, até o período do dia 30/03 Rondônia se encontra muito defasado, por exemplo o Amapá que possui 117.889 pessoas do grupo de risco já recebeu 102.350 doses.

O deputado federal Lucio Mosquini ressaltou que a recomposição do número de doses de vacinas para Rondônia deverá ser feito imediatamente.

A Bancada Federal em comum entendimento com o Ministério, deu um prazo de 48 horas para que seja feito a reposição da defasagem das vacinas.

Segundo o Ministério os números sofreram adequações de acordo com índice do IBGE e também do surgimento de novos grupos prioritários após a elaboração do PNI - Plano Nacional de Imunização.

Ao final da reunião o Ministro Marcelo Queiroga disse que em 48 horas irá responder se de fato existe defasagem no envio de vacinas para Rondônia.

A Bancada Federal cobrou ainda mais médicos para Rondônia, a contratação de médicos brasileiros formados no exterior, mais leitos de UTI, e a continuidade do suprimento de oxigênio para os municípios de Rondônia.

Mosquini disse que a Bancada Federal espera ter seu pleito atendido em 48 horas. Hoje o Estado possuí uma defasagem de mais de cem mil doses a ser enviado pelo ministério.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Marinho 06/04/2021

    A única saída para a crise é vacinação de toda população de Rondônia. Mortes todos os dias e muito medo nos que não partem para outra dimensão. Se o governo federal não der o suficiente cabe os políticos de Rondônia municipal estadual federal encontrar um novo estilo para aquisição das vacinas que possa vacinar toda a população. Hoje estamos diante de um Brasil perdido. Provado pela deficiência de adquirir vacinas em quantidades suficientes para a sua população.

  • 2
    image
    Mario Roberto 06/04/2021

    Por quê dificultam tanto o registro (CRM) no Brasil de médicos formados no exterior, contudo, nessas horas, aí sim, lembram deles.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook