Casa dos ex-governadores guarda a memória de Teixeirão

A casa que abriga o Memorial Coronel Jorge Teixeira funcionou como residência oficial dos governadores do estado, de 1946 até 1987; em 1993 tornou-se museu.

Assessoria
Publicada em 24 de março de 2017 às 12:53
Casa dos ex-governadores guarda a memória de Teixeirão

A casa que abriga o Memorial Coronel Jorge Teixeira funcionou como residência oficial dos governadores do estado, de 1946 até 1987; em 1993 tornou-se museu. O local conserva peças coletadas através de doações de colaboradores que conviveram com Teixeira desde Manaus (onde ele foi prefeito) até sua chegada a Rondônia. O local funciona para exposição e pesquisa da história política, aberto de terça a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábado e domingo das 13h30 às 18h, à rua José do Patrocínio, bairro Caiari, com entrada gratuita.

Os objetos pessoais são dos anos de 1979 a 1985, período de estruturação e criação do Estado de Rondônia. São fotos e documentos históricos, como o último pronunciamento do governador.  As considerações emitidas pelo militar em seus discursos revelam um grande frasista e um pensador de vanguarda sobre os rumos do nascente estado.

Cada um dos 12 cômodos da casa conta uma história ligada diretamente às vivências de Teixeira cuja personalidade mesclava autoridade e carisma. As visitas são guiadas pela própria diretora do memorial, Aparecida Sousa, jornalista que dirigiu a área de comunicação do governo nos tempos de Teixeirão e foi fundamental para a conservação dos documentos. Aparecida é uma guardiã da biografia do ex-governador que ela já, inclusive, publicou em livro.   

Recentemente, o memorial recebeu uma espada que pertenceu a Teixeira, doada pelo coronel João Chrisóstomo, aluno do ex-governador em Manaus, na década de 1970, quando recebeu o artefato de presente, no dia de sua formatura na Escola Militar. 

Hoje, o local que é um atrativo turístico de Porto Velho. Na quinta-feira, 23, o superintendente estadual de Turismo, Júlio Olivar, esteve no local e foi recebido pela diretora, Aparecida Sousa, e a vice-diretora do memorial, Yêdda Borzacov. Em nome do Governo do Estado, firmou o compromisso de climatizar o memorial, com isso proporcionando mais conforto para os visitantes e promovendo-o para receber mais turistas.

Fotos: R. Machado

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook