Coordenadora da OIT fala sobre trabalho infantil no programa Justiça e Cidadania

A coordenadora falou sobre a importância da Justiça do Trabalho na participação de práticas ao combate ao trabalho infantil, sendo um diferencial como influenciadora e formadora de opinião.

Secom /TRT14
Publicada em 12 de junho de 2019 às 11:19
Coordenadora da OIT fala sobre trabalho infantil no programa Justiça e Cidadania

O programa Justiça e Cidadania do TRT da 14º região recebeu na última sexta feira (7) a coordenadora do Programa de Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho da Organização do Trabalho (OIT), Maria Cláudia Falcão, que foi palestrante do 1º Seminário Regional Integrado de Trabalho seguro e Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem.

A coordenadora falou sobre a importância da Justiça do Trabalho na participação de práticas ao combate ao trabalho infantil, sendo um diferencial como influenciadora e formadora de opinião. Também ressaltou as principais estratégias dentro da OIT e que podem ser implementadas nas instituições, impulsionando a erradicação do trabalho infantil, como a educação, uma legislação eficiente e aplicada, políticas de emprego, estímulo a aprendizagem e políticas de proteção social, além disso, a manutenção de programas que auxiliem os pais e os jovens que vivenciam a situação do trabalho infantil.

Aproveitando a ocasião, comentou também sobre a necessidade de sensibilização e a conscientização das pessoas. "Não é só a Justiça do Trabalho ou a assistência social, cada um faz sua parte. Somente com a intersetorialidade trabalhando conjuntamente, em nível federal, estadual e municipal, que conseguiremos erradicar o trabalho infantil. São as iniciativas que no início parecem pequenas, mas que fazem toda a diferença".

Assista a íntegra da entrevista no Canal do Youtube - Justiça & Cidadania

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Lívia 18/06/2019

    Bom dia. Passando apenas para lembrar que quem cobra a cota de aprendizagem das empresas e instituições é a FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO por meio dos AUDITORES-FISCAIS DO TRABALHO. Obrigada! * eterno Ministério do Trabalho

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook