Decisão judicial determina retorno de vereador ao exercício do cargo

De acordo com o Ministério Público (MP), Graebin é acusado de envolvimento em crimes contra a Administração Pública

DICOM - Câmara de Vilhena
Publicada em 13 de fevereiro de 2020 às 12:40
Decisão judicial determina retorno de vereador ao exercício do cargo

A 2ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça determinou o retorno de Vanderlei Amauri Graebin (PSC) ao exercício do cargo. O presidente da Câmara de Vereadores de Vilhena, Ronildo Macedo (PV), acatou a decisão e convocou Graebin para o retorno da função. Graebin assinou o termo na manhã desta quinta-feira (13).  

A decisão judicial foi proferida na terça-feira (11) e encaminhada para o juízo de 1º grau para dar cumprimento. Graebin entrou com recurso no Tribunal de Justiça, após ser afastado da função, em outubro do ano passado.  

De acordo com o Ministério Público (MP), Graebin é acusado de envolvimento em crimes contra a Administração Pública. Segundo a denúncia do MP, há indícios de irregularidades em procedimentos licitatórios da Câmara de Vereadores, ocorridos entre os anos de 2009 e 2016.

Graebin foi presidente da Casa no período de 2013 a 2014. Em 2016, ele foi eleito pela 6ª vez consecutiva, com 950 votos.

Envie seu Comentário

 

Comentários

  • 1
    image
    Jonas soares 14/02/2020

    Quem tem que tirar essa figura é o eleitor, o judiciário aplicando a legislação eleitoral feita com tantas possibilidades de interpretação e aplicação nada pode fazer. Vamos nós eleitor resolver isso.

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook