Deputados vão ao Ministério da Saúde reforçar apoio ao trabalho do ministro Mandetta

Na avaliação dos parlamentares, o momento é de diálogo e de somar forças para superar o difícil momento enfrentado por todos

Assessoria
Publicada em 07 de abril de 2020 às 10:17
Deputados vão ao Ministério da Saúde reforçar apoio ao trabalho do ministro Mandetta

Mariana Carvalho, Carmen Zanotto e Hiran Gonçalves estiveram com o ministro na tarde desta segunda-feira. Parlamentares integram Comissão da Câmara de Enfrentamento ao Coronavírus e temem que mudança no comando do Ministério nesse momento possa prejudicar ações de combate à pandemia.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recebeu na tarde desta segunda-feira (6) a visita de parlamentares que compõem a Comissão Externa da Câmara responsável pela apresentação de propostas no Enfrentamento ao novo Coronavírus. Entre eles, a deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO). Durante a visita, a imprensa chegou a noticiar que o ministro seria exonerado do cargo, o que não aconteceu.

“Quem me acompanha sabe do meu comprometimento com a área da Saúde e tem visto nosso trabalho na Câmara diante do difícil momento que enfrentamos. Como médica e deputada integrante da Comissão da Câmara criada para propor medidas no enfrentamento ao coronavírus, tenho trabalhado de perto com o ministro Mandetta e visto todo seu empenho e competência na tomada de decisões para minimizar os efeitos dessa pandemia em nosso país”, afirmou Mariana.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Acompanhada do deputado Hiran Gonçalves (Progressistas-RR) e da deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), Mariana acompanhou a movimentação no Ministério. Imprensa e servidores do órgão aguardavam por uma decisão em relação à permanência do ministro. “Viemos para externar mais uma vez o nosso reconhecimento a esse importante trabalho feito pelo nosso país e que, com certeza, já salvou muitas vidas. Decisões técnicas e responsáveis como as que foram tomadas pelo ministro são imprescindíveis em um momento como esse”, ressaltou a deputada rondoniense.

Hiran Gonçalves, que é presidente da Frente Parlamentar da Medicina, reforçou o apoio às ações do Ministério. “A gestão tem sido muito eficiente à frente da pasta e tem contribuído muito para minimizar os efeitos da pandemia”, afirmou.

A Comissão Externa da qual os deputados fazem parte foi responsável por apresentar parte das ações já adotadas no país em relação à pandemia. Propostas apresentadas pelo grupo já foram votadas pela Câmara e o Senado, como a permissão para o uso da telemedicina durante a pandemia, a dispensa de atestado médico nos primeiros dias de infecção por Covid-19 e a entrega da merenda escolar às famílias dos alunos que estão com aulas suspensas. Matérias que só dependem da sanção do presidente Bolsonaro. Os deputados da comissão também apresentaram propostas para ajudar diversos setores da economia, trabalhadores informais, autonômos e outros segmentos.

A preocupação do colegiado é que a troca no comando do Ministério da Saúde em pleno enfrentamento à pandemia possa prejudicar as ações que vem sendo adotadas tanto pelo próprio governo federal quanto por outros entes. Na avaliação dos parlamentares, o momento é de diálogo e de somar forças para superar o difícil momento enfrentado por todos.

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook