Desembargadores homenageiam Walter Waltenberg em sessões

As câmaras 2ª Especial e 2ª Cível lembraram a atuação do magistrado falecido no último domingo

Assessoria de Comunicação Institucional
Publicada em 27 de janeiro de 2021 às 18:33
Desembargadores homenageiam Walter Waltenberg em sessões

A perda do desembargador Walter Waltenberg Silva Júnior para a covid-19, ocorrida no último domingo, 24 de janeiro, deixou consternada toda a família do Judiciário, que em respeito à memória do magistrado e ao luto por sua morte abreviada, acabou por suspender a sessão de abertura do ano Judiciário, marcada para segunda, dia 25. Porém, nas sessões que ocorreram na terça, da 2 ª Câmara Especial, da qual o desembargador era membro, e da 2ª Cível, ocorrida na quarta-feira, os pares fizeram homenagens, manifestando mensagens de consternação aos familiares e amigos próximos.

O desembargador Miguel Monico, presidente da 2 ª Câmara Especial, abriu a sessão refletindo sobre a brevidade do tempo, provocada pela tristeza da perda do colega. O desembargador Oudivanil de Marins lamentou o desaparecimento prematuro de Waltenberg. O desembargador Renato Mimessi também expressou pesar pela perda de uma pessoa que tinha uma postura muito leve, sempre com um sorriso fácil. “Vamos sentir muita falta da inteligência, do bom humor, das tiradas surpreendentes e das propostas que sempre fez com que nosso Judiciário caminhasse e se aperfeiçoasse”, disse. Já o desembargador Roosevelt Queiroz Costa, lembrou suas características marcantes. “Era um homem aguerrido, de posições fortes, seguro e convicto de que estava fazendo o melhor para o Judiciário. Apesar de divergências, aprendemos muito com quem convivemos”, concluiu.

2ª Câmara Cível

Os desembargadores assistiram a um vídeo que rememora a trajetória indelével percorrida por Walter Waltenberg Silva Junior, servidor, juiz e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, uma história de amor à profissão, cujo legado testemunha suas lutas e conquistas como constitucionalista e garantista convicto, no campo profissional, e sua devoção perene à família e seus amigos. Antes dos debates, argumentações e julgamentos, renderam homenagens ao magistrado aposentado.

O presidente da Câmara, desembargador Isaías Fonseca, ao abrir os trabalhos, franqueou a palavra aos pares, para que pudessem externar um pouco dos sentimentos presentes neste momento tão difícil para o Judiciário rondoniense. O primeiro a falar foi o desembargador Marcos Alaor Diniz Grangeia, que destacou três aspectos característicos do amigo, a quem conheceu ainda antes de ingressar na carreira da magistratura, em ocasião profissional no interior do Estado, oportunidade em que pôde ver o lado humanista de Waltenberg, que naquela época era juiz da comarca de Rolim de Moura. Grangeia também destacou o amor à academia demonstrado pelo magistrado, professor de Direito Constitucional, o qual utiliza a criatividade, a inteligência e a inovação para tornar as aulas de Direito ainda mais interessantes e engajar seus alunos na busca pelo conhecimento. O legado do julgador também foi rememorado pelo desembargador Marcos, que reforçou o fato de que o desembargador Waltenberg estava a frente do seu tempo, fato que ilustrou com a passagem de um julgamento, cuja matéria de direito ainda não havia sido firmada pela jurisprudência pátria, e lembrou que votou vencido ao lado do colega, mas se escancarou a verdade sobre aquele tema, voltado aos direitos humanos no sistema prisional, entendimento posteriormente firmado pela Suprema Corte. “Nas três hipóteses se observa Walter companheiro, amante da academia e um julgador à frente do seu tempo.  Por tudo ficará entre nós, através de seus julgados, de sua produção acadêmica e da plêiade de amigos que ele tem”, finalizou.

Em seguida, emocionado, o desembargador Hiram Marques traduziu o luto em palavras afáveis e em lembranças da convivência com Walter. Lamentou a imposição de distanciamento social que impede a realização de uma justa homenagem ao magistrado que dedicou a vida inteira à causa da Justiça de Rondônia. “Ele era necessário para o colegiado. Todos nós já perdemos um pouco quando ele se aposentou”.

O desembargador Rowilson Teixeira buscou resignação na fé para que todos possam enfrentar esse momento de dor em que as lembranças da amizade e da prontidão do amigo estarão presentes nas recordações dos que tiveram a oportunidade de conviver com o desembargador Walter Waltenberg. Ao encerrar esse momento de homenagens, o presidente da 2ª Câmara Cível, desembargador Isaías Fonseca, registrou momentos de simplicidade e generosidade extraídos dos atos e da convivência com o saudoso colega. Fonseca determinou que fossem consignadas essas homenagens e enviadas, por meio de ofício, aos familiares de Waltenberg.

Clique aqui para ver o vídeo em homenagem exibido no início da sessão da 2ª Câmara Cível

Clique aqui para ver o vídeo em homenagem ao desembargador Walter Waltenberg por ocasião de sua aposentadoria 

Envie seu Comentário

 

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook